Aberto da Áustria: Calderano volta ao palco de prata histórica dez meses depois

18/09/2017 17:10
Gustavo Tsuboi, que faz parceria com Hugo no torneio de duplas, também estará em Linz
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 18/09/2017
 
Foto: ITTF
 
Linz, Áustria. Essa cidade já proporcionou bons momentos para Hugo Calderano. Foi lá que o atleta conquistou uma medalha de prata no Aberto da Áustria e se tornou o primeiro brasileiro a chegar a uma final de etapa Major - segunda mais importante do Circuito Mundial à época. Agora, dez meses depois, o número 26 do mundo volta à competição (desta vez, Platinum, a mais importante do Circuito Mundial), que começa a ser disputada nesta terça-feira (19).
 
O evento também contará com a presença de outro brasileiro: Gustavo Tsuboi. O número 109 do mundo vai fazer parceria com Calderano no torneio de duplas - eles formam a sétima melhor do mundo - e também vai disputar o campeonato individual.
 
No torneio de simples, a estreia dos atletas do Brasil vai acontecer em dias diferentes. Calderano, por ser cabeça de chave, vai fazer o primeiro jogo somente na quinta-feira (21) já nos 16 avos de final da fase principal. Ele espera o adversário que sairá dos torneio preliminares.
 
Já Gustavo Tsuboi começa a caminhada na fase de grupos. Ele, que está no Grupo 41, vai brigar por vaga na fase principal contra Leonel Barrios, da Guatemala, e Chiang Hung-Chieh (105º colocado no ranking mundial), de Taipei. Primeiro, o brasileiro vai encarar o guatemalteca nesta terça-feira, às 12h30 (horário de Brasília). Na quarta-feira (20), ele volta à mesa para enfrentar o mesatenista de Taipei, às 6h40. 
 
No torneio de duplas, Hugo e Gustavo estão classificados para as oitavas de final da fase principal por serem cabeças de chave. Ainda sem parceria adversária definida, eles já sabem que vão estrear na quinta-feira, às 7h30.
 
Hugo vai chegar embalado para o Aberto da Áustria. No último domingo (17), ele disputou o Campeonato Pan-Americano e se tornou o primeiro campeão do torneio individual da competição. Em uma final brasileira, contra Thiago Monteiro (157º), Hugo derrotou o compatriota por 4 sets a 0 e ficou com o título.
 
Em novembro de 2016, Calderano (31º, à época) fez uma campanha histórica em Linz. Na ocasião, para chegar à final, o brasileiro derrotou os chineses Wang Chuqin e Fang Yinchi, o dinamarquês Jonathan Groth (33º, à época), o alemão Ruwen Filus (64º, à época) e o japonês Yuto Muramatsu (37º, à época). Na decisão, foi superado pelo japonês Kenta Matsudaira (41º, à época) e ficou com a prata.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br