Aberto da Coreia do Sul: Jean-René Mounie considera 'dia perfeito' e elogia Eric Jouti e Vitor Ishiy pelas vitórias sobre atletas de alto nível

22/06/2016 19:09
Jovens brasileiros enfrentaram atletas que sempre marcam presença no top 100 do ranking mundial
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 22/6/2016
 
O treinador da seleção brasileira, Jean-René Mounie, aprovou a estreia dos brasileiros nesta quarta-feira (22), no Aberto da Coreia do Sul, etapa da série Super do Circuito Mundial 2016. Além dos olímpicos - Hugo Calderano (62º colocado no ranking mundial), Cazuo Matsumoto (108º) e Gustavo Tsuboi (83º) - que venceram as suas partidas, os jovens Eric Jouti (200º) e Vitor Ishiy (238º) brilharam ao derrotar fortes adversários.
 
 
Pela fase preliminar, Eric foi à mesa contra o sul-coreano Minseok Kim e o bateu por 4 a 2, com parciais de 11/8, 4/11, 12/10, 15/13, 6/11 e 11/7. Em maio de 2016, o atleta da Coreia do Sul era o 62º melhor jogador de tênis de mesa do mundo. Além disso, o mesatenista não deixava de estar no top 50 desde setembro de 2012 e chegou a alcançar a 15º colocação em abril de 2014. Para Jean-René, o brasileiro teve uma grande atuação e fez um 'jogo exemplar'.
 
AO VIVO! Assista aos duelos de Eric Jouti na decisão de uma vaga para a chave principal contra o iraniano Noshad Alamiyan (118º), às 3h (horário de Brasília) e Hugo Calderano/Gustavo Tsuboi na estreia do torneio de duplas contra os egípcios Khalid Assar (214º) e Omar Assar (39º), às 6h45, clicando aqui (mesa 2).
 
"Foi realmente um desempenho interessante, porque o nível deles foi bem parecido, mas o Eric conseguiu ganhar os pontos decisivos com muita vontade e ambição. Estávamos esperando por isso há varias semanas e agora ele fez um jogo exemplar", avaliou o treinador.
 
Eric nunca havia derrotado um atleta que já figurou entre os 50 melhores mesatenistas do mundo. Para ele, o foco e o oportunismo em conquistar pontos importantes foi o essencial para a vitória histórica.
 
"Eu estou muito feliz, eu nunca havia batido um atleta que já esteve no top 50 antes. Joguei bem hoje e estive bem focado na hora da partida. Eu procurei me manter ativo o tempo todo para pressioná-lo a cometer erros", afirmou o atleta.
 
Vitor também conquistou um grande resultado na Coreia do Sul ao bater um jogador top 100. Ele superou o japonês Kohei Sambe (88º), que vem embalado pelo boa campanha realizada no Aberto do Japão na última semana, por 4 a 3 (12/10, 11/13, 11/7, 9/11, 12/10, 10/12 e 13/11). O campeão do Circuito das Estrelas - Etapa Cláudio Kano ainda foi à mesa no torneio individual sub-21 e passou por Lee Chia-Sheng, de Taipei, por 3 a 0 (11/7, 15/13 e 11/7).
 
"O Vitor ganhou os dois jogos dele, destaco a vitória contra o número 88 do mundo. A partida foi equilibrada, mas ele conseguiu mudar várias vezes a estratégia dele e isso foi essencial no final.  Hoje, ele se mexeu muito bem e pode-se ver a evolução da direita dele que aplicou mais peso e intensidade na bola.", comentou o francês.
 
Jean-René considera que o primeiro dia de competições no país asiático foi 'um dia perfeito'. Apesar disso, ele alerta que o torneio ficará cada vez mais complicado.
 
"Hoje foi um dia perfeito para os brasileiros, foram seis vitórias com ótimos desempenhos. Acabamos o dia bem satisfeitos, mas sabemos que amanhã será mais difícil ainda. Vamos aproveitar o momento que é bem positivo e fazer o melhor no resto do campeonato", analisou o treinador.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais: 

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa