Aberto da Eslováquia: Seleção paralímpica joga embalada por pódios na Eslovênia e histórico em Bratislava

10/05/2016 17:47
País será representado por 16 mesatenistas na etapa fator 40 do Circuito Mundial
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 10/5/2016
 
A seleção paralímpica inicia nesta quarta-feira (11), em Bratislava, a disputa do Aberto da Eslováquia, etapa fator 40, o mais alto do Circuito Mundial. Os brasileiros possuem motivos para estarem otimistas: além do grande desempenho na edição do ano passado, jogarão embalados pelos bons resultados alcançados na vizinha Eslovênia, na semana passada.
 
Ao todo, 16 atletas defenderão a seleção: Aloisio Lima (Classe 1), Iranildo Espíndola (2), Guilherme Costa (2), Welder Knaf (3), David Freitas (3), Claudiomiro Segatto (5), Paulo Salmin (7), Israel Stroh (7), Luiz Filipe Manara (8), Diego Moreira (9), Carlos Carbinatti (10), Thais Severo (3), Joyce Oliveira (4), Jennyfer Parinos (9), Danielle Rauen (9) e Bruna Alexandre (10).
 
Na semana passada, os brasileiros tiveram uma boa participação no Aberto da Eslovênia, com cinco medalhas conquistadas. No individual, Bruna levou a prata na Classe 10. A catarinense voltou ao pódio nas disputas por equipes, com o vice-campeonato da categoria ao lado de Jennyfer e Danielle. No masculino, foram três bronzes: Aloisio e o croata Daniel Lazov, na Classe 1, Iranildo e Guilherme, na 2, e Salmin e Israel, na 7.
 
Os resultados alcançados no ano passado também motivam a seleção. Dos 16 inscritos, seis foram ao pódio na edição 2015 do Aberto da Eslováquia. No individual, Salmin (Classe 7), Danielle e Jennyfer (ambas na 8/9) levaram o bronze. Já nos torneios por equipes, Claudiomiro foi prata na 5, enquanto Salmin e Manara terminaram na terceira posição da Classe 8.
 
A competição é uma importante etapa na preparação para os Jogos Paralímpicos Rio 2016, que serão realizados de 8 a 17 de setembro. O Aberto da Eslováquia é a penúltima etapa fator 40 antes do principal compromisso do ano. A última será em Pequim, na China, de 9 a 12 de junho.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br