Aberto da Eslovênia: Seleção paralímpica leva quatro medalhas por equipes

07/05/2016 12:08
Após conquistarem uma prata e três bronzes, brasileiros voltam atenção para o Aberto da Eslováquia
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 7/5/2016
 
A seleção paralímpica conquistou neste sábado (7) quatro medalhas por equipes no Aberto da Eslovênia, etapa fator 40 do Circuito Mundial que foi disputada em Lasko. Os brasileiros levaram uma prata e três bronzes, que se somaram ao vice-campeonato de Bruna Alexandre no torneio individual da Classe 10.
 
A catarinense, terceira colocada do ranking mundial da sua categoria, voltou ao pódio neste sábado ao lado de Danielle Rauen (9ª da Classe 9) e Jennyfer Parinos (12ª da 9). O trio superou na semifinal da Classe 10 a equipe formada pela dinamarquesa Sophie Walloe (5ª) e pela croata Mirjana Lucic (6ª) por 2 jogos a 0.
 
Na decisão, as brasileiras acabaram superadas pelas chinesas Yang Qian (1ª) e Lei Li Na (1ª da Classe 9) por 2 a 0, terminando com a medalha de prata.
 
A seleção subiu ao pódio três vezes nas disputas masculinas. Na Classe 1, Aloisio Lima (10º) e o croata Daniel Lazov (16º) ficaram com o bronze na disputa do grupo único. Neste sábado, o combinado venceu por W.O. os britânicos Robert Davies (1º) e Paul Davies (7º), assegurando a medalha.
 
Na véspera, Aloisio e Lazov haviam derrotado os argentinos Fernando Eberhardt (13º) e Guillermo Sierra (31º) – 2 a 1 – e caído diante dos italianos Andrea Borgato (12º) e Federico Falco (23º) – 2 a 0 – e da equipe formada pelo alemão Holger Nikelis (3º) e pelo suíço Sylvio Keller (17º) – 2 a 0.
 

Iranildo Espíndola (15º) e Guilherme Costa (21º) também terminaram em terceiro na Classe 2. Os brasileiros foram eliminados nas semifinais pelos franceses Fabien Lamirault (2º) e Stephane Molliens (4º): 2 a 0.

 

Já na Classe 7, Paulo Salmin (15º) e Israel Stroh (13º) pararam nas semis diante dos espanhóis Alvaro Valera (1º da Classe 6) e Jordi Morales (5º) ao serem superados por 2 a 1.

 

A seleção paralímpica seguirá na Europa, onde, a partir da próxima quarta-feira (11) disputará o Aberto da Eslováquia, outra etapa fator 40 do Circuito Mundial.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br