Aberto do Brasil: Brasileiras avançam nas duplas femininas e torneio pode ter final verde e amarela

05/05/2017 14:42

Parceria Lin Gui e Bruna Takahashi e Carol Kumahara e Martina Kohatsu voltam à mesa neste sábado

Alexandre Araújo e José Augusto Assis, em São Paulo (SP) - 05/05/2017

Foto: Christian Martinez / RGB Studios / CBTM

As olímpicas Bruna Takahashi, Lin Gui e Caroline Kumahara, que fez parceria com Martina Kohatsu, fizeram bonito na estreia do torneio de duplas femininas no Aberto do Brasil - etapa Challenge do circuito da Federação Internacional de Tênis de mesa (ITTF) e avançaram à semifinal da competição. Neste sábado (6), na briga por uma vaga na final, Lin Gui e Bruna encaram as chilenas Judith Morales e Paulina Vega, enquanto Carol e Martina terão pela frente a francesa Audrey Zarif e a romena Bernadette Szocs. Ambos os confrontos serão às 15h.
 
Lin Gui e Bruna Takahashi encararam as brasileiras Luana Katsumata e Vitoria Ucina e venceram por 3 sets a 0 (13/11; 11/5; 11/8), enquanto Carol Kumahara e Martina Kohatsu passaram por Tamyres Fukase e Daniela Yano por 3 sets a 1 (6/11; 11/6; 11/9 e 11/2).
 
"Primeiro jogo foi muito importante, até por ser minha estreia no Aberto do Brasil. Então, estava um pouco atrás do ritmo e ela (Bruna) me deu muita força para entrar no clima do jogo o mais rapidamente possível. No primeiro set, tivemos alguns problemas, mas conseguimos recuperar depois, achamos o ritmo e vencemos", disse Lin, que analisou a dupla que terá pela frente:
 
"Quando eu fazia dupla com a Jessica Yamada, joguei algumas vezes contra elas, mas com a Bruna será a primeira vez. Como o Chile é nosso velho adversário, conhecemos bem elas. Vamos nos preparar muito".
 
Bruna Takahashi lembrou o difícil começo de jogo que a dupla teve, mas fez questão de salientar a evolução durante a partida.
 
"O começo é sempre mais difícil, principalmente para a Lin, que ia estrear agora, mas conseguimos nos entrosar bem e trabalhar bem juntas"
 
Carol e Martina atuaram do mesmo lado pela primeira vez e acabaram encontrando um pouco de dificuldade, mas tudo resolvido à base da conversa.
 
"Foi muito estranho, o jogo delas incomodou bastante. Eu e Martina nunca tínhamos jogado juntas e, na dupla, o entrosamento conta bastante porque você está acostumado com a volta da bola da sua companheira. Tivemos de ir nos conhecendo, mas acho que com bastante conversa, conseguimos o resultado", afirmou.
 
O papo aberto entre as novas companheiras, inclusive, pode ser uma arma para as brasileiras baterem as adversárias desse sábado, segundo Martina.
 
"Acredito que será um jogo bem complicado, mas acho que se continuarmos conversando e melhorando nosso jogo, podemos ter uma boa atuação".
 
Bruna Takahashi ainda terá pela frente as fases finais do individual Sub-21 e Adulto, assim como Martina Kohatsu. Lin Gui e Caroline Kumahara têm a fase principal do Adulto.
 
O Aberto do Brasil - etapa Challenge acontece até domingo, no centro de treinamento paralímpico de São Paulo, na Rodovia dos Imigrantes Km 11,5, s/n - Vila Guarani. O evento é gratuito à torcida.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br