Aberto do Paraguai juvenil: Campeã sul-americana, Alexia Nakashima leva o ouro no juvenil

28/03/2016 08:33

Brasil emplaca pódio triplo no feminino e conquista outras quatro medalhas na categoria

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 27/3/2016

Alexia Nakashima confirmou seu grande momento ao conquistar neste domingo (27) o título juvenil feminino do Aberto do Paraguai, etapa do Circuito Mundial juvenil e infantil disputada na capital Assunção. A brasileira já havia levado no início da semana o ouro individual no Sul-Americano da categoria.

O país conquistou ainda outras quatro medalhas nas disputas juvenis do Aberto do Paraguai. Leticia Nakada e Martina Kohatsu foram prata e bronze, respectivamente. Já Eduardo Tomoike e Rafael Torino, que ainda disputam a categoria infantil, ficaram em terceiro no masculino.

Domínio no feminino

Na final feminina, Alexia superou Leticia por 4 sets a 1 (11/5, 9/11, 11/8, 11/5 e 11/8). O bronze ficou com Martina Kohatsu, que caiu diante de Leticia nas semis também por 4 a 1 (11/7, 7/11, 11/7, 11/8 e 11/8).

Alexia não perdeu sets até a decisão. A brasileira estreou nas oitavas com vitória sobre a paraguaia Leyla Gomez por 4 a 0 (11/2, 11/5, 11/9 e 11/5). Na sequência, bateu a peruana Paola Mori (11/7, 11/7, 11/6 e 11/4). E garantiu a vaga na final ao superar a chilena Daniela Ortega (17/15, 11/7, 11/7 e 11/7).

Outra representante brasileira na chave juvenil, Giulia Takahashi foi eliminada nos 32 avos.

Pódio no masculino

No juvenil masculino, o Brasil conquistou duas medalhas de bronze. Eduardo Tomoike e Rafael Torino caíram diante de argentinos nas semifinais: o primeiro foi superado por Horacio Cifuentes – 4 a 0 (11/8, 11/8, 11/7 e 11/8) –, enquanto o segundo parou em Francisco Sanchi – 4 a 1 (10/12, 11/6, 11/9, 14/12 e 11/8).

Entre os demais brasileiros, Guilherme Teodoro e Rodrigo Yonesake foram eliminados nas quartas de final, enquanto Siddharta Almeida, Renan Ferreira e Gustavo Yokota se despediram nas oitavas. Lauro Sebold, parou nos 32 avos.

Confira os resultados completos dos torneios individuais:

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/TMBrasil
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br