Aberto Infantil/Juvenil do Paraguai: Brasileiros vão bem e todas as equipes avançam à fase mata-mata

24/03/2017 10:05

Ao todos, sete times da competição têm representantes da delegação verde e amarela

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 24/03/2017

Foto: Rémy Gros/ ITTF
 
Após o primeiro dia de competição, todas as equipes da delegação brasileira foram bem na fase de grupos avançaram à parte principal do Aberto Infantil/Juvenil do Paraguai. Agora, as partidas serão eliminatórias.
 
No Infantil masculino, o Brasil foi representado por dois times. O Brasil A, formado Kenzo Carmo e Daniel Godoi, vai encarar a Argentina nas quartas de final, enquanto o Brasil B, que conta com André Murchie e Shim Joon, terá pela frente o Canadá.
 
O Brasil A chegou à fase principal após conquistar o primeiro lugar no Grupo 3, tendo vencido o Paraguai A por 3 jogos a 2, a Suécia A por 3 a 1 e o time Croácia/Suécia por 3 a 0. Já o Brasil B ficou com a segunda colocação do Grupo 1, onde derrotou o Chile B por 3 jogos a 2, o Paraguai C por 3 a 0 e perdeu para a Argentina por 3 a 0.
 
Ainda no Infantil, mas, desta vez, feminino, o Brasil também fez bonito. A equipe formada por Giulia Takahashi e Beatriz Kimoto também terá a Argentina como adversária das quartas de final. Elas ficaram em primeiro no Grupo 3, fase em que venceram o time Chile B por 3 a 2 e do Paraguai B por 3 a 0.
 
A categoria em que a delegação verde e amarela tem mais times é o Juvenil masculino, onde os três times estão nas quartas de final. Enquanto o Brasil A - Siddharta Almeida e Luiz Anjos - terá pela frente a Argentina C pela frente, o Brasil B, formado por Carlos Ishida e Eduardo Tomoike, vai encarar a Argentina C. Já o Brasil C, que conta com Sergio Bignardi e Lauro Sebold, terá um duelo com o Chile.
 
As três equipes conquistaram a primeira colocação na fase de grupos. No Grupo 3, o Brasil A bateu Argentina B e Paraguai D por 3 a 1 e 3 a 0, respectivamente. Enquanto isso, no Grupo 2, o Brasil B não perdeu nem um set sequer, tendo derrotado Argentina C e Paraguai B por 3 a 0. O Brasil C ficou no Grupo 4 e foi o que teve mais adversários na primeira fase, encarando Suécia, Paraguai A e Uruguai, mas passou por todos com o placar de 3 a 0.
 
A representando brasileira no Juvenil feminino é Livia Lima, que forma time com a canadense Isabelle Xiong. Elas também ficaram na primeira colocação na fase de grupos, tendo derrotado por 3 a 0 a Argentina B, o Chile B e o Paraguai C. Nas quartas de final elas vão encarar a Argentina A.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br