Aberto Infantil/Juvenil do Paraguai: No Infantil e Mirim, Brasil fica com dois ouros, uma prata e um bronze

27/03/2017 13:18

Kenzo Carmo ficou com o título no Infantil, enquanto Joon Shim levou no Mirim

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 27/03/2017

Foto: ITTF

Fruto do trabalho realizado pelo Diamantes do Futuro, principal programa de detecção de talentos da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), os pequenos mesatenistas brasileiros fizeram bonito no Aberto Infantil/Juvenil do Paraguai. Os representantes da delegação verde e amarela terminaram com duas medalhas de ouro, uma prata e um bronze nas disputas do Infantil e mirim (mini infantil, de acordo com a nomenclatura usada no evento). Kenzo Carmo conquistou o lugar mais alto do pódio no Infantil masculino, enquanto Giulia Takahashi ficou com a prata no feminino. Já Joon Shim, ficou com o ouro no mirim.
 
Kenzo passou da primeira fase em segundo no Grupo 9, onde teve a companhia do argentino Matias Guadalupe, do paraguaio Elias Apud e do sueco Edvard Nelly. Ele bateu o paraguaio por 3 a 0 e o sueco por 3 a 1, mas acabou derrotado pelo argentino.
 
Além de Kenzo, mais três brasileiros se classificaram para a fase principal do Aberto. Daniel Godoi ficou com a primeira colocação no Grupo 2, Joon Shim ficou na segunda posição do Grupo 8 e Andre Murchie na liderança do Grupo 9.
 
Na fase 32 avos de final, Kenzo passou pelo paraguaio Jorge Riveros por 3 a 0 (11/1; 11/7 e 11/1) e Joon Shim pelo sueco Marcos Ericsson pelo mesmo placar (11/6; 12/10 e 11/7), o restante ficou de 'bye'. Na fase seguinte, Kenzo eliminou o canadense Kenny Jiang ao vencer por 3 a 2 (9/11; 11/8; 7/11; 13/11 e 11/6) e Andre Murchie venceu o paraguaio Ivan Aguirre por 3 a 0 (11/7; 11/4; 11/4). Porém, Joon Shim acabou derrotado por Alfredo Sanchez, da Costa Rica, por 3 a 2 (11/7; 13/11; 6/11; 9/11 e 11/7) e Daniel Godoi perdeu para o chileno Benjamin Pavez por 3 a 0 (11/9; 11/5 e 11/4).
 
Nas quartas, Kenzo derrotou Alfredo Sanchez, da Costa Rica, por 3 a 2 (11/7; 6/11; 13/11; 14/12 e 11/9), enquanto Murchie acabou caindo para o argentino Luciano Alto. Na semifinal, Alto perdeu para Kenzo por 3 a 2 (11/9; 6/11; 9/11; 11/8 e 11/5). Na decisão pelo ouro, o brasileiro bateu o também argentino Matias Guadalupe por 3 a 0 (11/8; 12/10 e 11/7).
 
Quem também chegou ao lugar mais alto do pódio foi Joon Shim, no mirim. Ele foi o único representante brasileiro na categoria e, na primeira fase, ficou com a liderança no Grupo 2, que tinha também os paraguaios Alejandro Valdez e Federico Saavedra. Nas oitavas, Joon ficou de 'bye' e, nas quartas, eliminou o paraguaio Shogo Yamamoto ao vencer por 3 sets a 0 (13/11; 11/2 e 11/7). 
 
Na semifinal, o brasileiro teve pela frente o argentino Facundo De Leon, vencendo novamente por 3 a 0 (11/7; 11/4 e 11/7). Na decisão do título, novo triunfo por 3 a 0, desta vez, sobre o sueco Tom Holmqvist, com parciais de 11/7; 11/4 e 11/5.
 
No Infantil feminino, foram mais duas conquistas: prata para Giulia Takahashi e bronze para Beatriz Kimoto levou um bronze para casa. Giulia ficou na segunda colocação no Grupo 6, que tinha ainda a chilena Valentina Rios e a paraguaia Rebeca Cuenca. Já Beatriz Kimoto, ficou com a liderança do Grupo 7, onde tinha a companhia das paraguaias Astrid Chenu e Lujan Ferreira. 
 
Nas oitavas de final, Giulia eliminou a paraguaia Karimi Apud por 3 a 0 (11/7; 11/3 e 11/6), enquanto Beatriz venceu a argentina Valentina Parola também por 3 a 0 (11/2; 11/4 e 11/9). Na fase seguinte, Giulia derrotou a chilena Jerusalen Flores por 3 a 0 (11/9; 11/6 e 11/5) e Beatriz despachou Macarena Montecino ao vencer por 3 a 1 (11/5; 8/11; 12/10 e 11/5).
 
Na semifinal, Giulia derrotou a canadense Isabelle Xiong por 3 a 2 (11/6; 5/11; 11/8; 7/11 e 11/3) e Beatriz acabou eliminada ao perder para a chilena Valentina Rios por 3 a 0 (11/6; 11/5 e 11/4). Na grande final, a brasileira, porém, acabou derrotada por Valentina, que venceu por 3 a 1 (8/11; 11/6; 11/5 e 11/8).
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM

imprensa@cbtm.org.br