Brasil conquista 11 vitórias em confrontos no primeiro dia do Aberto do Chile Infantil e Juvenil

20/03/2019 22:59

Mesa-tenistas brasileiros perderam apenas 13 das 47 partidas disputadas nesta quarta-feira, em Santiago  

 

Santiago (CHI), 20 de março de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

Os confrontos por equipes abriram o primeiro dia no Aberto do Chile Infantil e Juvenil, competição do Circuito Mundial Junior de Tênis de Mesa. Com uma delegação de 16 atletas, o Brasil conseguiu ótimos resultados ainda na fase de grupos nesta quarta-feira (20). Ao todo, são sete equipes brasileiras dividas entre as duas categorias do campeonato, masculinas e femininas. Dos 14 confrontos disputados até aqui, foram somente três insucessos, com apenas 13 derrotas em um total de 47 partidas.

No infantil masculino, duas equipes representaram o Brasil e conseguiram impor seu jogo sem grandes surpresas. Henrique Noguti e Joon Shim, integrantes da equipe Brasil A, mantiveram o bom desempenho recente e conseguiram duas vitórias nos dois jogos que disputaram: 3 a 0 contra a equipe B do Chile e depois contra a Argentina D.

O Brasil B, na mesma categoria, foi representado por Gustavo Gerstmann e Luigi Yamane, que não deixaram o nível cair. Primeiro, com vitória por 3 a 0 sobre a equipe A da Argentina. Depois, ganhando do Peru B pelo placar de 3 a 1 e, por último, vitória por 3 a 0 sobre o Chile C.

Karina Shiray e Beatriz Fiore foram as atletas brasileiras na única equipe infantil feminina do país. No primeiro jogo, foram derrotadas pelo Chile C por 3 a 1. Depois, em partida contra a equipe B do Peru, as mesa-tenistas perderam pelo placar de 3 a 0.

A categoria juvenil feminina foi outra que também contou com duas equipes brasileiras: Brasil A, com Livia Lima e Tamyres Fukase; e Brasil B, com Giulia Takahashi e Laura Watanabe, atletas que disputaram o último Sul-Americano uma categoria abaixo, infantil. Foram disputados dois jogos, um para cada equipe, e o aproveitamento foi de 100%.

A equipe A enfrentou o Chile E, e fez valer sua qualidade com vitória por 3 a 0. Na equipe B, o resultado foi ainda mais expressivo: 3 a 2 sobre as principais atletas chilenas, atuação que rendeu elogios de William Kumagai, técnico que está com a delegação brasileira em Santiago:

“A gente foi muito bem, no geral. Giulia Takahashi e Laura Watanabe, com idade de infantil, ganharam da equipe A do Chile, por exemplo, na categoria juvenil. Não tivemos sustos em praticamente todos os jogos”, explicou Kumagai.

As duas equipes juvenis masculinas conseguiram quatro vitórias. Rafael Torino e Diogo Silva, integrantes do Brasil A, tiveram três confrontos e venceram os três: 3 a 0 contra Argentina, Peru e Equador. Na equipe B, Kenzo Carmo e Lauro Sebold ganharam uma e perderam outra: derrota por 3 a 0 para a principal equipe chilena e vitória por 3 a 1 sobre a Argentina C.

Confira os resultados do primeiro dia do Aberto do Chile:

Infantil Feminino

Brasil 1 x 3 Chile C

Karina Shiray 3 x 1 Romina Barrientos (11/9, 11/6, 7/11 e 12/10)

Beatriz Fiore 2 x 3 Sofia Perez (13/11, 11/1, 4/11, 4/11 e 7/11)

Beatriz Fiore/Karina Shiray 0 x 3 Sofia Perez/Maria Valenzuela (4/11, 9/11 e 6/11)

Karina Shiray 2 x 3 Sofia Perez (13/11, 4/11, 11/7, 7/11 e 2/11)

 

Brasil 0 x 3 Peru B

Beatriz Fiore 0 x 3 Alejandra Prieto (2/11, 8/11 e 5/11)

Karina Shiray 1 x 3 Delia Soria (10/12, 5/11, 11/3 e 3/11)

Beatriz Fiore/Karina Shiray 0 x 3 Alejandra Prieto/Delia Soria (5/11, 9/11 e 6/11)

 

Infantil Masculino

Brasil A 3 x 0 Chile B

Henrique Noguti 3 x 0 Sebastian Castro (11/7, 11/6 e 11/6)

Joon Shim 3 x 0 Benjamin Alfaro (11/5, 11/2 e 11/8)

Henrique Noguti/Joon Shim 3 x 0 Sebastian Castro/Benjamin Alfaro (11/8, 11/8 e 11/4)

 

Brasil A 3 x 0 Argentina D

Joon Shim 3 x 1 Tobias Hurevich (9/11, 12/10, 11/5 e 11/6)

Henrique Noguti 3 x 0 Tobias Pereyra (11/4, 11/8 e 11/3)

Joon Shim/Henrique Noguti 3 x 0 Tobias Pereyra/Tobias Hurevich (11/8, 11/6 e 11/4)

 

Brasil B 3 x 0 Argentina A

Gustavo Gerstmann 3 x 1 Franco Villarruel (11/8, 9/11, 11/4 e 11/6)

Luigi Yamane 3 x 0 Facundo De Leon (13/11, 12/10 e 13/11)

Luigi Yamane/Gustavo Gerstmann 3 x 1 Facundo De Leon/Franco Villarruel (11/9, 11/6, 7/11 e 11/6)

 

Brasil B 3 x 1 Peru B

Luigi Yamane 3 x 1 Renzo Zeballos (11/5, 11/9, 9/11 e 11/7)

Gustavo Gerstmann 2 x 3 Juan Luna Nunez (11/3, 16/14, 7/11, 9/11 e 8/11)

Luigi Yamane/Gustavo Gerstmann 3 x 1 Juan Luna Nunez/Renzo Zeballos (11/1, 9/11, 11/9 e 11/3)

Gustavo Gerstmann 3 x 1 Renzo Zeballos (11/3, 11/9, 9/11 e 11/5)

 

Brasil B 3 x 0 Chile C

Luigi Yamane 3 x 1 Alvaro Fuentes (10/12, 13/11, 11/5 e 12/10)

Gustavo Gerstmann 3 x 0 Gabriel Flores (11/4, 11/5 e 11/3)

Luigi Yamane/Gustavo Gerstmann 3 x 0 Alvaro Fuentes/Gabriel Flores (11/3, 11/5 e 11/7)

 

Juvenil Feminino

Brasil B 3 x 2 Chile A

Laura Watanabe 0 x 3 Valetina Rios (4/11, 6/11 e 8/11)

Giulia Takahashi 3 x 0 Jerusalen Flores (11/7, 11/7 e 11/9)

Giulia Takahashi/Laura Watanabe 3 x 1 Valentina Rios/Jerusalen Flores (9/11, 11/4, 11/3 e 11/9)

Giulia Takahashi 1 x 3 Valentina Rios (8/11, 9/11, 12/10 e 6/11)

Laura Watanabe 3 x 1 Jerusalen Flores (5/11, 11/4, 11/5 e 11/9)

 

Brasil A 3 x 0 Chile E

Tamyres Fukase 3 x 0 Javiera Saavedra (12/10, 11/2 e 11/4)

Livia Lima 3 x 1 Giovanna Guessi (11/4, 11/9, 7/11 e 11/8)

Livia Lima/Tamyres Fukase 3 x 0 Giovanna Guessi/Javiera Saavedra (14/12, 11/1 e 11/9)

 

Juvenil Masculino

Brasil A 3 x 0 Argentina D

Diogo Silva 3 x 0 Christian Azcoaga (11/5, 11/9 e 11/6)

Rafael Torino 3 x 0 Tomas Sanchi (11/5, 11/5 e 11/7)

Rafael Torino/Diogo Silva 3 x 1 Christian Azcoaga/Tomas Sanchi (11/3, 8/11, 11/6 e 11/9)

 

Brasil B 0 x 3 Chile A

Kenzo Carmo 0 x 3 Andres Martinez (7/11, 11/13 e 9/11)

Lauro Sebold 2 x 3 Nicolas Burgos (11/8, 5/11, 3/11, 11/8 e 7/11)

Lauro Sebold/Kenzo Carmo 0 x 3 Nicolas Burgos/Jorge Paredes (8/11, 12/14 e 9/11)

 

Brasil A 3 x 0 Peru B

Diogo Silva 3 x 1 Felipe Duffoo (11/6, 12/10, 10/12 e 13/11)

Rafael Torino 3 x 1 Rodrigo Bejarano (13/11, 11/8, 11/6 e 11/2)

Rafael Torino/Diogo Silva 3 x 1 Felipe Duffoo/Rodrigo Bejarano (13/11, 5/11, 11/7 e 12/10)

 

Brasil B 3 x 1 Argentina C

Kenzo Carmo 3 x 0 Santiago Marini (11/5, 12/10 e 11/7)

Lauro Sebold 3 x 1 Mariano Mendez (11/6, 11/7, 12/14 e 11/6)

Lauro Sebold/Kenzo Carmo 2 x 3 Mariano Mendez/Santiago Marini (9/11, 14/12, 3/11, 13/11 e 11/6)

Lauro Sebold 3 x 0 Santiago Marini (11/9, 12/10 e 11/2)

 

Brasil A 3 x 0 Equador

Diogo Silva 3 x 1 Mathias Lecaro (11/8, 9/11, 11/5 e 11/6)

Rafael Torino 3 x 0 Nicolas Regalado (11/6, 11/3 e 11/5)

Rafael Torino/Diogo Silva 3 x 0 Nicolas Regalado/Mathias Lecaro (11/5, 12/10 e 11/9)

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa