Brasileiras conquistam duas pratas e um bronze no Aberto Paralímpico da Holanda

02/11/2019 15:25

Bruna Alexandre e Cátia Oliveira caíram nas decisões de suas classes para as líderes do ranking mundial, enquanto Joyce Oliveira parou na semifinal

FOTO: Cátia Oliveira vibra com o ponto. Crédito: Vid Ponikvar / Sportida

 

Stasdskanaal (NED), 02 de novembro de 2019.

Por: Assessoria de Imprensa - CBTM

As brasileiras Bruna Alexandre, Cátia Oliveira e Joyce Oliveira conquistaram medalhas nos torneios individuais do Aberto da Holanda, competição do Circuito Mundial Paralímpico de Tênis de Mesa. Neste sábado (2), em Stasdskanaal, Bruna e Cátia perderam as decisões das classes 10 e 2, respectivamente, ficando com pratas, enquanto Joyce caiu na semifinal da classe 4, garantindo um bronze.

Cátia Oliveira teve um baita desafio. Depois de passar pela francesa Isabelle Lafaye, a vice-campeã do mundo enfrentou a italiana Giada Rossi, número 1 do ranking mundial da classe 2. Em jogo extremamente equilibrado, acabou superada por 3 a 2 (11/7, 7/11, 4/11, 11/7 e 5/11).

Bruna Alexandre foi outra que teve uma prova de fogo na Holanda. Primeiro, passou pela turca Ümran Ertis, na semifinal, por 3 a 1 (11/8, 11/6, 9/11 e 11/7). Na decisão, a tradicional rival: a polonesa Natália Partyka, número 1 do mundo na classe 10 (Bruna é a segunda do ranking). A europeia venceu por 3 a 1 (4/11, 7/11, 11/7 e 9/11).

A terceira brasileira medalhista do sábado foi Joyce Oliveira, que também não encontrou facilidade pela frente. Nas quartas de final, passou pela jordaniana Faten Elelimat, por 3 a 2 (4/11, 14/12, 4/11, 11/8 e 11/4). Na semifinal, caiu para a quinta do mundo na classe 4, a alemã Sandra Mikolaschek, por 3 a 0 (7/11, 7/11 e 7/11). Claudio Massad, o quarto brasileiro na disputa, caiu nas quartas de final da classe 10 masculina,  para o holandês Bas Hergelink, por 3 a 1 (6/11, 11/8, 9/11 e 9/11).

“O nosso intuito era analisar os jogos contra as melhores do ranking, pegando informações para trazer para o dia a dia do treinamento, visando aos Jogos de Tóquio. Esse torneio serviu para análise e correções bem pontuais, quando voltarmos aos treinos. Mas com as correções pontuais, temos enormes chances de vencê-los”, avisa o técnico Paulo Molitor.

Os brasileiros seguem na Holanda, onde disputam os torneios de equipes, que terminam no domingo (3).

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com
Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br
fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa