Brasileiro de Inverno: Alexia Nakashima e Heloisi Cabral faturam duplas do Juvenil e se sagram tricampeãs em Brasileiros

18/05/2016 13:35
Atletas derrotaram Luana Katsumata e Livia Lima por 3 sets a 1 na final
 
Matheus Quelhas e José Augusto Assis, de Fortaleza (CE) - 18/5/2016
 
Alexia Nakashima e Heloisi Cabral (Associação Joinvilense de Tênis de Mesa - SC) conquistaram o ouro na disputa de duplas na categoria Juvenil no Campeonato Brasileiro de Inverno em Fortaleza (CE). Com o título, a dupla se sagrou tricampeã em Brasileiros, nesta quarta-feira (18). Elas já haviam triunfado em Bento Gonçalves (RS), na categoria Infantil - em 2013 -  e no Rio de Janeiro (RJ), no Juvenil - em 2015.
 
A taça veio depois de uma vitória de 3 sets a 1 (11/6, 9/11, 11/5 e 11/4) sobre a parceria Luana Katsumata e Lívia Lima (Associação Nova Era de Tênis de Mesa - SP) na final.
 
"Nós já conhecíamos nossas adversárias, elas são um ano mais jovens do que a gente e jogam muito bem. Mas a gente já estava com o pensamento de entrar firme para defender o nosso título. Começamos respeitando, mas tivemos que impor um ritmo forte. Perdemos um set por bobeira. Depois disso, conseguimos manter um bom jogo e vencemos", disse Heloisi.
 
Amigas há oito anos, as mesatenistas começaram treinar juntas há seis. Segundo Alexia, o entrosamento e a amizade foram a chave para terem conseguido bons resultados até agora.
 
"A gente se conhece há muito tempo. Nós estudávamos juntas, então um dia eu a convidei para jogar comigo e desde o convite sempre praticamos", contou.
 
Apesar de terem sido campeãs, a dupla de Heloisi não considera que tenha sido um grande torneio feito pela parceria.
 
"Nós não fizemos o melhor campeonato que poderíamos fazer, poderia ter sido melhor. Mesmo sendo campeãs, não conseguimos repetir o que praticamos nos treinos, o que permitiu a vitória foi o psicológico. Fizemos mais o simples do que o complicado para conseguir ganhar e deu certo", admitiu.
 
As medalhistas de prata, Lívia e Luana, acreditam que ter chegado até a final foi uma ótima experiência.  Além disso, elas fizeram questão de elogiar as adversárias.
 
"Foi um jogo difícil, elas são bem fortes. Eu joguei uma categoria acima da minha, nunca as tinha enfrentado, então naturalmente errei várias bolas, mas foi legal para ganhar experiência", analisou Livia.
 
"Ter chegado na final foi bom, pois estudamos bastante as adversárias, antes e também aqui em Fortaleza. Então não só treinamos como tínhamos uma tática. Mas elas são uma dupla muito entrosada e conseguiram nos superar", afirmou Luana.
 
Juliana Lindman/Nathália Rodrigues (Jundiaí/ OSJ- Esportes/ UCEG/ XIOM/ JUC-SP) e Fernanda Kodama/Vitória Ucima (São Caetano/ SEEST/ XIOM - SP) ficaram com a medalha de bronze da categoria.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br