Brasileiro de Inverno: Danielle Rauen fatura título sobre Jennyfer Parinos em reedição de final no individual Classe 9

19/05/2016 18:39
Atletas fizeram a decisão do Campeonato Brasileiro de Inverno 2015, no Rio de Janeiro (RJ)
 
Matheus Quelhas e José Augusto Assis, de Fortaleza (CE) - 20/5/2016
 
Danielle Rauen (FranTT-Tibhar/Café Morro Grande/ Selam/ Piracicaba - SP) conquistou o título individual da Classe 9 do Campeonato Brasileiro de Inverno 2016, em Fortaleza (CE). Nesta quinta-feira (19), a adversária da final foi uma velha conhecida: a sua companheira de clube e de seleção, Jennyfer Parinos.
 
As atletas já haviam feito o jogo decisivo no Brasileiro de Inverno 2015, no Rio de Janeiro (RJ), em que Jennyfer saiu vitoriosa. Nesta edição, o desfecho foi diferente. Danielle superou a campeã do ano passado por 3 sets a 0 (11/8, 11/6 e 11/3).
 
"É sempre difícil jogar com ela, porque nós treinamos e vamos para competições juntas, então, uma conhece o jogo da outra. Uma partida pode terminar tanto 3 a 0 quanto 3 a 2 para qualquer uma das duas. Mas é sempre gratificante ver que os nossos treinamentos estão dando resultados na mesa", disse a medalhista de ouro.
 
Para a campeã, a principal mudança no seu comportamento entre as finais do Rio de Janeiro e de Fortaleza foi a tranquilidade.
 
"Dessa vez, eu me mantive calma e fiz o meu jogo, porque não tinha muita tática para se aplicar contra ela, já que a gente se conhece tanto. O jeito foi me soltar e fazer o que eu sei fazer", comparou.
 
Com a seleção, as mesatenistas ficaram 21 dias no Leste Europeu para a disputa dos Abertos da Eslováquia e da Eslovênia, entre 26 de abril e 16 de maio. Segundo a atleta, a diferença de clima foi um fator determinante no decorrer da partida.
 
"Na Europa, fez muito frio, até nevou. Já no Brasileiro, é totalmente diferente, tá muito quente. Aqui a bola cai mais rápido, então, para quem tem borracha lisa é mais complicado, porque a bolinha fica úmida. Acho que isso me favoreceu por causa do meu tipo de pino, que não pega aderência na bola, aí é melhor", opinou.
 
As medalhas de bronze da competição nacional na Classe 9 ficaram com as atletas Alenice Jesus (ADFEGO Goiás - GO) e Elem da Silva (ADEFA Amazonas - AM).
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br