Brasileiro de Verão: Em final de conterrâneos, São Paulo fica com título no Absoluto A feminino do torneio de seleções estaduais

01/11/2016 23:06

Equipe campeã foi representada por Kátia Kawai, Marina Michelin, Isabela Cassemiro e Thainá Gava

Alexandre Araújo e José Augusto Assis, em Chapecó (SC) - 1/11/2016

Foto: Christian Martinez

A final do Absoluto A feminino no torneio de seleções estaduais do Campeonato Brasileiro SAN-EI de Verão, realizada em Chapecó (SC) foi marcada por um embate de conterrâneos nesta terça-feira (1). Pela junção das categorias Absoluto A e Juventude na competição, São Paulo foi representado por duas equipes, e essas fizeram a decisão. Melhor para a equipe "Absoluto" que ficou com o título ao bater o "Juventude" por 3 jogos a 2.

O time que foi medalhista de ouro foi representado por Kátia Kawai, Marina Michelin, Isabela Cassemiro e Thainá Gava, já o de prata foi defendido por Maiza Santos, Jéssica Iseri e Gabriella Kodama.

Como todas são do mesmo estado e costumam se encontrar em competições, as sete finalistas se conheciam bastante. Para Marina, esse foi um dos motivos de o placar ter sido tão apertado.

"Foi difícil enfrentar as meninas que também são do nosso estado. Eu, por exemplo, jogava bastante contra elas, até mesmo por ser juventude até o ano passado e, por isso, a gente acaba aprendendo o estilo de jogo de cada uma", disse, que completou:

"Às vezes, ficamos um tempo sem jogar contra elas, aí sempre mudam alguma coisa e se aprimoram cada vez mais. A Maiza é uma atleta que melhorou bastante e o estilo dela está bem diferente do que eu conhecia. Essas coisas dificultaram o jogo".

Das quatro medalhistas de ouro, apenas Kátia Kawai não defende o APTM Piracicaba - SP. A atleta, que joga pelo São Caetano/ SEEST/ XIOM - SP, fez questão de dizer como foi a experiência de jogar com as mesatenistas do clube de Piracicaba.

"Foi muito bom atuar ao lado delas. Me senti muito bem acolhida", disse Kátia. 

A medalha de bronze ficou com dois estados do Sul: Santa Catarina (Maira Ranzeiro, Tainá Silva, Gessica Lopes e Jessica Santos) e Paraná (Luciana Morimoto e Glaucia Sakakima).

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais: 

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br