Brasileiros brilham na Copa da Alemanha e time de Calderano conquista o título

05/01/2019 14:43

Ochsenhausen conquista a Copa da Alemanha contra o Werder Bremen, de Tsuboi. Brasil foi o país com mais representantes na decisão

FOTO: Calderano brilhou mais uma vez. Crédito: Divulgação/Ochsenhausen.

 

Neu-Ulm (ALE), 5 de janeiro de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

O tênis de mesa brasileiro brilhou intensamente no Final Four da Copa da Alemanha, uma das principais competições de clubes do mundo. A equipe de Hugo Calderano, o Ochsenhausen, foi a grande campeã, ao derrotar na decisão o Werder Bremen, do também brasileiro Gustavo Tsuboi, por 3 a 1. As partidas do Final Four foram disputadas na Ratiopharm Arena, na cidade de Neu-Ulm.

A conquista foi especial para a equipe de Calderano, que não vencia uma competição nacional desde 2004, quando foi campeã alemã. E o Brasil foi o país que teve mais representantes na decisão, inclusive acima dos alemães, que só contavam com um atleta no duelo final.

No primeiro confronto do Final Four, o Ochsenhausen bateu o Zugbrücke Grenzau, por 3 a 0. Calderano disputou a segunda partida do confronto, batendo Kirill Gerassimenko, por 3 a 1 (11/6, 11/6, 10/12 e 11/9). Na segunda partida semifinal, o Werder Bremen derrotou o Grünwettersbach, por 3 a 1. Gustavo Tsuboi também foi o segundo a entrar na mesa, vencendo Ricardo Walter, por 3 a 2 (12/10, 15/13, 4/11, 5/11 e 11/8).

Na decisão, Calderano foi o primeiro a jogar, contra o romeno Hunor Szöcs. Vitória do brasileiro, por 3 a 1 (9/11, 11/5, 11/6 e 11/6). No segundo confronto da final, o alemão Bastian Steger venceu o sul-coreano Jang Woojin, por 3 a 2 (7/11, 11/3, 11/5, 6/11 e 11/9), empatando para o Werder Bremen.

Gustavo Tsuboi tinha a missão de virar o confronto. Fez uma grande partida contra o francês Simon Gauzy, mas acabou batido por 3 a 2 (12/10, 9/11, 11/9, 9/11 e 4/11). Melhor para Calderano, que voltou para a mesa em seguida e foi absoluto, vencendo Bastian Steger, por 3 a 0 (13/11, 11/8 e 11/3), garantindo o título para o Ochsenhausen.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa