Brasileiros vão em busca da última vaga para o Mundial Juvenil nesta quarta-feira

25/06/2019 23:53

Equipes feminina e masculina foram derrotadas nas quartas de final do Pan-Americano e disputam última vaga em nova fase eliminatória

FOTO: Livia Lima e a equipe feminina brigam pela última vaga para o Mundial Juvenil. Crédito: ULTM.

 

Cancún (MEX), 25 de junho de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

O Brasil segue em busca de uma vaga no Mundial Juvenil da Tailândia. Nesta terça-feira (25), no Pan-Americano Juvenil, em Cancún, no México, as equipes masculina e feminina caíram nas quartas de final, fazendo com que os brasileiros tenham que brigar na repescagem pela terceira e última vaga contra os outros países eliminados na mesma fase e nas semifinais.

No feminino, Livia Lima, Giulia Takahashi e Laura Watanabe enfrentaram a equipe chilena nas quartas de final e foram derrotadas por 3 a 1. O ponto brasileiro na disputa foi marcado por Lívia, na vitória por 3 a 0 sobre Jerusalen Flores (11/3, 11/3 e 11/6), mas a sequência de jogos foi muito disputada, incluindo uma derrota por 3 a 2, logo na primeira partida, com Giulia Takahashi, que foi superada pela experiente Valentina Rios.

As meninas enfrentam o México, nesta quarta-feira, às 11h (de Brasília). Se vencerem, ainda terão de passar pelo vencedor de Equador x Chile para confirmarem a vaga no Mundial.

Guilherme Teodoro, Lauro Sebold, Eduardo Tomoike e Rafael Torino também estão na disputa pela terceira vaga, após caírem nas quartas de final, mas já passaram pelo primeiro desafio da repescagem do masculino. Eles enfrentaram a equipe do Canadá, em disputa bem equilibrada, com derrota por 3 a 2, depois de novo jogo decidido no quinto set, com Rafael Torino. Na sequência, pela primeira rodada da repescagem, triunfo sobre Porto Rico, por 3 a 1.

“Perdemos dois jogos bem apertados, no final. Mas ainda estamos em busca da classificação ao Mundial. Não temos chance de ficar entre os dois primeiros, que garantem vaga direta. Mas estamos em busca do terceiro lugar, que garante a última vaga no feminino e no masculino”, contou Hideo Yamamoto, técnico das categorias de base da Seleção Brasileira, que acompanha a delegação no México.  

O próximo desafio da equipe brasileira será contra os argentinos, às 13h. Se vencerem, ainda terão de encarar o vencedor de Canadá x Peru para buscarem a terceira vaga.

“A situação é difícil, mas nós temos chance. Para buscarmos essa vaga, temos que jogar no nosso melhor nível. Se fizermos isso, a chance de conseguir é muito grande. Os atletas estão com muita raça. A vontade, a determinação e a luta estão me orgulhando”, finalizou Yamamoto.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
                                                         

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa