Campeonato Brasileiro: Com 'reforço' de Giovana, Carina Murashige aumenta coleção de medalhas

07/10/2017 09:58
Atleta, que está grávida de sete meses, conta sobre a experiência de competir durante a primeira gravidez
 
José Augusto Assis, de Toledo (PR) - 7/10/2017
 
Foto: Christian Martinez/ RGB Studios/ CBTM
 
O time do ADC Estrela/Joola/Santos FC/ Fupes - SP do Absoluto A no torneio de equipes de clubes foi formado por um trio (Carina Murashige, Maiza Mota e Lígia Silva), porém, durante o evento, uma quarta integrante também foi à mesa e se sagrou campeã do campeonato: Giovana. Ela, que ainda está na barriga de Carina, estava com vontade de jogar as partida junto com a mãe.
 
"Antes de eu entrar no jogo, ela mexia bastante. Giovana parecia ansiosa para jogar assim como eu estava também. Estou super feliz que consegui jogar bem e por ter conquistar esse título com ela", contou Murashige.
 
Carina Murashige está grávida pela primeira vez. Com sete meses e três semanas de gestação, ela ressaltou a escolha que teve de continuar atuando. Além disso, ela explicou o que mudou no jogo dela durante as partidas.
 
"Tudo está sendo novidade para mim! É meu primeiro filho e desde o começo eu já tinha me decidido que não queria mudar muito a minha rotina. Continuei com todas as atividades, treinos, academia e campeonatos. Claro que com acompanhamento médico, físico e nutricional e com todos os exames em dia", disse Carina, que completou:
 
"Gracas a Deus minha gestação está sendo ótima e sem nenhuma restrição médica. Eu não consigo fazer tudo na mesma intensidade e velocidade de antes, preciso fazer alguns ajustes, ainda mais agora que a barriga está grande! Mas, admito que, quando estou na mesa, eu esqueço um pouco a gravidez. O instinto é maior! Mas, fico atenta a qualquer mudança estranha, para não exagerar".
 
A mesatenista já é experiente no circuito nacional e disputou muitas etapas de Brasileiro e de Copa Brasil. Apesar disso, Carina ressalta que essa foi singular na carreira, principalmente, pela companhia de Giovana à mesa. Além disso, ela lembra de todo o apoio recebido.
 
"Com certeza, essa etapa foi a mais diferente e a mais especial! Fico feliz em poder continuar fazendo o que eu amo, mesmo em uma fase tão nova da minha vida. As pessoas em volta, meus amigos, minhas parceiras de equipe, meu noivo e minha família estavam me apoiando e se preocupando o tempo todo com nós duas, me fizeram sentir segura para jogar", afirmou.
 
No Campeonato Brasileiro, esse não foi a única medalha que Carina e Giovana conquistaram. As duas ainda foram medalha de prata no Absoluto A do torneio de seleções estaduais. Representando a Federação de Tênis de Mesa do Estado de São Paulo - SP, elas, ao lado de Thainá Gava, Lia Ohira e Marina Michelin, acabaram sendo superadas pela Federação Catarinense de Tênis de Mesa - SC (Alexia Nakashima, Priscila Salvador, Tainá Mayara e Leontina Scoz) na final.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br