Carina Murashige faz bonito na estreia como mamãe nas mesas

03/07/2018 18:57

Atleta dividiu as atenções entre a pequena Giovana e os jogos. Mesmo assim, obteve ótimo vice-campeonato na Copa Brasil de Toledo

Crédito da Foto: Christian Martinez/RGB Studios.

 

Toledo (PR), 03 de julho de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação - CBTM

Na etapa da Copa Brasil Sul-Sudeste disputada no último final de semana, em Toledo (PR), uma atleta teve de dividir sua atenção entre a mesa e a arquibancada durante todo o evento. Carina Murashige, 32, tinha os olhos em seus jogos e os ouvidos no chamado da pequena Giovana, de sete meses, que acompanhava a mãe em seu retorno às competições oficiais.

O desafio não a impediu de fazer um belo papel. Carina foi a vice-campeã da categoria Absoluto A e foi ao pódio em uma competição pra lá de exigente. Surpresa tão doce quanto os olhares da filhota, sempre no colo do avô, Roberto Murashige, incentivador da filha desde o início da carreira.

"Eu juro que não espera ir tão longe! (risos) Como estou há um tempão sem treinar direito, tentando voltar, não estava com muitas expectativas", confessou.

O apoio do pai, incansável, gera força para a mesa-tenista nos momentos mais difíceis.

"Meu pai me ajudou muito com a Giovana. Quando eu ouvia ela chorando, me preocupava um pouco, mas sabia que ela estava em boas mãos.

Apesar de todo o apoio, Carina explica que a operação com a Giovana nunca é simples, seja em treinos ou competições.

"Ela é muito apegada a mim. Se eu sumir da vista dela, já chora horrores! Isso é no treino também. Eu não consigo treinar direito porque ela chora muito. Acabo atrapalhando todo mundo", explica Carina, antes de dizer sua estratégia atual para manter a forma técnica.

"Tento treinar em horários alternativos, com menos pessoas. E mesmo assim, se eu treinar por duas horas, ela chora as duas horas".

Carina anda muito feliz com a evolução do tênis de mesa feminino do Brasil, especialmente com a nova geração.

"Estou super orgulhosa em ver nosso feminino melhorando! A seleção principal bem e as pequeninas indo super bem nas competições também. Elas têm enfrentado as mais velhas de igual pra igual!".

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Marcio Menezes – marcio@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa