Claudiomiro garante sua primeira medalha individual em um evento Fator 40

10/05/2012 12:26

Muitos atletas afirmam que terminar com o bronze, às vezes, é melhor do que ficar com a prata, pois a despedida da competição é com uma vitória e não com derrota. Por outro lado, há aqueles que dizem que nada se compara a sensação de participar de uma decisão. Seja como for, estar entre os primeiros já é um grande feito.

Claudiomiro Segatto não chegou a final do Torneio Individual do Aberto da Eslovênia, em Lasko, etapa do Circuito Mundial Fator 40 que reúne alguns dos principais jogadores do Ranking na atualidade. No entanto, a vitória sobre o inglês Scott Robertson, por 3 a 0, garantiu um terceiro lugar que também foi intensamente comemorado.

Na semifinal contra o croata Zoran Krizanek, Claudiomiro encontrou dificuldades para receber o saque e acabou perdendo por 3 a 0. Mesmo chateado com a eliminação, juntou forças e derrotou o inglês, nº 12 do Ranking na Classe 5, com um surpreendente 3 a 0.

Foi a primeira medalha do brasileiro no Torneio Individual em um evento Fator 40, onde o nível técnico dos participantes costuma ser muito mais elevado e os inscritos também, por se tratar de uma competição que dá ao vencedor um número maior de pontos.

--- Na semifinal estava muito tenso, não consegui impor meu jogo. Isso acabou me prejudicando --- reconheceu Claudiomiro, atual campeão Parapan-Americano na Classe 5.

--- Na disputa do bronze já estava melhor e, mesmo sendo um adversário muito forte, consegui jogar tranquilo e impor meu ritmo. Fechei em 3 a 0 e achei até fácil. Isso se deve um pouco também a preparação que fizemos antes do campeonato --- explicou Claudiomiro, que busca a melhor forma até os Jogos Paralímpicos.

--- Creio que estou no caminho certo da preparação para Londres. Espero melhorar ainda mais e poder chegar lá no meu melhor. Obrigado a todos pelo apoio, técnicos, atletas, CBTM e meu clube, todos ajudaram em minhas conquistas.