Com a governança como pauta principal, CBTM realiza Assembleia Geral Ordinária

07/04/2017 14:12

Presidente Alaor Azevedo ainda foi homenageado pela Federação de Tênis de Mesa de Alagoas

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 07/04/2017

Tendo como tema principal a governança, a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) realizou, nesta sexta-feira (7), uma Assembleia Geral Ordinária, com a presença de presidentes de diversas federações.
 
Durante a reunião, o presidente Alaor Azevedo e Walquiria San-Thiago, gerente geral de operações e relações externas, apontaram as principais mudanças no estatuto, o que a confederação vai fazer daqui para frente e quais os próximos passos que os dirigentes dos estados devem tomar para se adequarem.
 
Para Alaor, o assunto é de extrema importância, apontando que a CBTM - que figurou no Top 5 no Prêmio Sou do Esporte do ano passado no quesito Governança - está buscando evoluir em diversos pontos.
 
"Acho que a governança é cada vez mais importante, pois ela significa, entre outras coisas, transparência. E transparência signific
a credibilidade. Esse é um assunto que deve ser muito trabalhado. É importante salientar ainda que, como parte desse processo, teremos o nosso Conselho Administrativo acompanhando se o nosso planejamento estratégico está sendo cumprido. Governança hoje é a palavra-chave e estamos em busca de melhorar cada vez mais a nossa gestão com várias ações e buscando manter, dentro do possível, as conquistas técnicas que tivemos", disse o mandatário.
 
O presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa lembrou ainda como a governança pode trazer bons frutos, principalmente em um ano de corte no repasse de verbas:
 
"Falar de governança mostra que estamos preocupados com isso buscando o melhor, o que facilita no contato com patrocinadores. Em uma temporada de crise como a que estamos passando, esse é um ponto positivo".
 
Além disso, Alaor mostrou como foi trabalhado o material dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e salientou que outros estados vão receber esse legado em breve, fazendo também uma prospecção em relação ao ciclo para Tóquio/2020.
 
Ao fim do encontro, o presidente recebeu uma homenagem de Flávio Seixas, presidente da Federação Alagoana de Tênis de Mesa, pelo apoio que deu e tem dado à modalidade do estado. 
 
Estiveram presentes à reunião ainda Vilmar Schindler, Vice-Presidente da CBTM e Presidente da Federação Catarinense de Tênis de Mesa; Emerson Jerônimo, presidente da Federação de Tênis de Mesa do Paraná; Sandro Abraão, presidente da Federação Matogrossense de Tênis de Mesa; Jadelson Santos, presidente da Federação de Tênis de Mesa do Piauí, Luiz Henrique Camanho, presidente da Federação Espirito-Santense de Tênis de Mesa e David Domingues, presidente da Federação de Tênis de Mesa do Pará.
 
Ivan Passos Vinhas, ex-vice-presidente da CBTM e um dos conselheiros da entidade também compareceu ao encontro.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br