Com caminhos diferentes na seleção, Tomoike e Cassemiro se preparam para Sul-Americano Juvenil

17/02/2017 15:54

Eles conquistaram um lugar na competição em disputa organizada pela comissão técnica para definição da terceira vaga

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 17/02/2017

Classificados para o Sul-Americano Juvenil, Eduardo Tomoike e Isabela Cassemiro vivem situações diferentes, mas com o mesmo foco e força de vontade. Enquanto Cassemiro vai compor a seleção brasileira pela primeira vez, Tomoike está indo para a sétima participação na delegação verde e amarela. Porém, ambos demonstram sintonia quando o assunto são os resultados que vão buscar em Assunção, no Paraguai.
 
Isabela lembra os sacrifícios que fez nos meses que antecederam à atividade programada pela comissão técnica, com a intenção de definir quem ocuparia as terceira vagas da competição após a Seletiva Nacional, que aconteceu em janeiro.
 
"Dediquei os últimos cinco meses somente para o tênis de mesa, deixando tudo mais de lado. Neste período, acabei passando por cinco cidades só para treinar. Por isso,  não agradeço só aos meus técnicos, mas também familiares e amigos que me ajudaram nos treinamentos e passaram positividade. 
Garanto que não vou querer fazer feio lá fora, então, vou treinar o dobro", disse ela, admitindo que a classificação lhe tirou um peso:
 
"Eu me sinto bem aliviada por todo o meu esforço ter valido a pena e, principalmente, por poder compartilhar esse momento tão feliz com pessoas que eu esperava ver um sorriso no rosto com esse meu resultado".
 
Já Tomoike, que vem integrando a seleção desde quando tinha 10 anos, ressaltou o nível técnico dos confrontos que teve pela frente na disputa pela vaga e a preparação que terá para chegar bem ao Sul-Americano.
 
"Eu me preparei bastante, tanto física quanto psicologicamente. Sabia que seria uma competição com partidas bem difíceis. Acho que consegui jogar bem. Apesar de o torneio ter adversários excelentes, consegui colocar meu jogo em prática com muita determinação e confiança. Acredito que isso tenha feito a diferença, mas vamos precisar estar muito bem preparados para o Sul-Americano, que é um campeonato bem complicado. Vamos fazer treinamentos diferenciados e vou dar o meu máximo", avisou.
 
Também estarão no Sul-Americano Juvenil Siddharta Almeida, Carlos Ishida, Alexia Nakashima e Luana Souza.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br