Com melhores do mundo em ação, seleção brasileira paralímpica disputa Aberto da Eslovênia

03/05/2016 20:23

Brasileiros encaram seu primeiro grande desafio no ano rumo aos Jogos Paralímpicos

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 03/05/2016

A seleção brasileira paralímpica começa, nesta quarta-feira (4), a disputa do Aberto da Eslovênia, etapa fator 40 – a mais alta do Circuito Mundial. Como preparação para os Jogos Paralímpicos, em setembro, o torneio será de grande importância, já que reúne os melhores mesatenistas do mundo, a grande maioria classificado para o Rio 2016.

“Este evento será um teste excelente, pois teremos praticamente em todas as classes todos os atletas classificados para o Rio, incluindo os chineses que normalmente não participam dos torneios”, destacou o coordenador técnico da seleção, José Ricardo Rizzone.

Assim, todos os 16 atletas terão um grande desafio pela frente. Os representantes do Brasil em Lasko (SLO) e também no Aberto da Eslováquia, na sequência, serão: Aloisio Lima (Classe 1), Iranildo Espíndola (2), Guilherme Costa (2), Welder Knaf (3), David Freitas (3), Claudiomiro Segatto (5), Paulo Salmin (7), Israel Stroh (7), Luiz Filipe Manara (8), Diego Moreira (9), Carlos Carbinatti (10), Thais Severo (3), Joyce Oliveira (4), Jennyfer Parinos (9), Danielle Rauen (9) e Bruna Alexandre (10).

A competição começa após uma semana de treinamentos na cidade, onde a seleção se preparou com atividades variadas. O trabalho físico da equipe andante, comandada pelo técnico Paulo Camargo, foi orientado pela equipe multidisciplinar com sede em Piracicaba (SP), enquanto o fisioterapeuta da seleção, Luís Gustavo Amorim, que também é classificador internacional, coordenou os alongamentos e o relaxamento na piscina do time cadeirante.

“Os atletas puderam se adaptar bem às mesas e bolas, as mesmas que serão utilizadas nos dois eventos, além de treinar com atletas fortes. Priorizamos bastante os jogos e trabalho de jogadas, com intensidade e menos volume”, completou Rizzone.

O Aberto da Eslovênia segue até sábado (7) e será seguido pelo Aberto da Eslováquia, que acontece de 10 a 15 de maio, em Bratislava - será mais uma competição de alto nível no caminho dos atletas rumo aos Jogos Paralímpicos.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br