Com trabalho diferenciado de detecção de talentos, Santa Mônica brilha no Intercolegial

21/06/2016 19:58
Foto: Ari Gomes/O Globo
 
Colégio conta com ex-coordenador do Diamantes do Futuro, Marcio Aragão, no comando técnico
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 21/6/2016
 
O Santa Mônica Centro Educacional se destacou nas competições de tênis de mesa da 34º Intercolegial Olímpico do Estado do Rio de Janeiro, que foi realizado em São João de Meriti (RJ), no início do mês. A instituição, liderou o quadro de medalhas da modalidade com seis pódios, foram três ouros, duas pratas e um bronze.
 
Para o treinador do colégio e ex-coordenador nacional do programa Diamantes do Futuro, Marcio Aragão, os triunfos do colégio se devem ao trabalho social e de prospecção de talentos que o Santa Mônica realiza no município do Rio de Janeiro (RJ).
 
“Esta superioridade que tivemos é pelo trabalho que fazemos em peneiras. Eu sempre vou observar jovens no Parque Madureira, no Sesc e em comunidades. Lá, eu vejo quem pode ter um futuro na modalidade e faço o convite”, contou o treinador.
 
Segundo o técnico, o aluno que é convidado para jogar pelo colégio recebe bolsa integral para estudar na instituição. Além disso, o jovem recebe treinamentos de alto rendimento e acompanhamento da parte física e psicológica. E isso parece ser determinante na vida pessoal do jovem.
 
“Nós realizamos treinamento com eles de atletas profissionais, de alto nível. Isso é ótimo para os alunos, porque, além de se tornarem mesatenistas, eles conseguem se integrar socialmente e terem uma parte educativa melhor”, opinou.
 
“Esses jovens que encontramos em peneiras têm oportunidades de vislumbrar um ensino de qualidade. Muitos entram aqui sem perspectiva nenhuma de vida e saem daqui pensando no futuro. Muitos já entraram até em universidades”, completou.
 
Outros fatores contribuem para as boas marcas do colégio na modalidade. A escola e o Madureira Esporte Clube mantêm uma parceria, em que os alunos podem utilizar as estruturas do clube para treinar.
 
“É muito bom poder treinar lá no Madureira. Através dessa parceria, podemos contar com o melhor centro de treinamento do estado, que tem sete mesas importadas, piso importado, ótima iluminação e toda estrutura essencial para um atleta. Isso é ótimo para os meninos”, elogiou o técnico.
 
Os bons resultados não são de agora. O Santa Mônica tem trabalhos na modalidade há 17 anos e, desde então, vem sendo referência no estado do Rio de Janeiro. A equipe já conquistou diversos resultados expressivos. Em março deste ano, por exemplo, o colégio conquistou o vice-campeonato no Campeonato Brasileiro Escolar, em Brasília (DF).
 
No Intercolegial, as medalhas de ouro foram conquistadas nas categorias sub-15 não federado feminino, sub-18 não federado masculino e sub-18 federado feminino. As duas de prata foram na sub-13 não federado masculino e sub-18 federado masculino. Já a de bronze foi faturada na categoria sub-15 não federado masculino.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais: 

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br