Confederação Brasileira de Tênis de Mesa e STAG International India assinam parceria

17/08/2016 15:31
Vínculo vai de 2017 a 2024 e prevê diversas ações entre Brasil, Índia e outros países que fazem parte dos BRICS
Alexandre Araújo, no Rio de Janeiro - 17/08/2016
Fotos: Rêmy Gros/ITTF
O tênis de mesa brasileiro vive um momento especial. Após a boa campanha nos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) assinou, nesta quarta-feira, contrato com a STAG Internacional Índia, com duração de 2017 a 2024. O evento, que aconteceu no Pavilhão 3 do Riocentro, contou com a presença do presidente da CBTM, Alaor Azevedo, do co-presidente da STAG Internacional, Vivek Kohli, e do presidente da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF), Thomas Weikert.
 
O contrato entre as instituições representa mais que apenas o fornecimento de material esportivo, mas  aponta o início de um trabalho de cooperação entre Brasil, Índia e os outros membros dos BRICS (sigla referente a Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, países que se destacam no cenário mundial em desenvolvimento e colaboram entre si), com diversas ações.
 
"Acredito que seja um momento histórico porque estamos iniciando uma nova etapa. Anteriormente, nós éramos coadjuvantes e nesta Rio 2016 já passamos a ser um dos protagonistas, através do Hugo Calderano. Em Tóquio, certamente seremos candidatos a medalhas. É um momento importante porque a STAG, além de patrocinar, ela quer se envolver diretamente como, por exemplo, criando uma fábrica de mesas no Brasil. Além de vários outros projetos que já existem com sucesso na Índia e que vão implantar aqui também. A STAG patrocina 40 países, conhece modelos de sucesso de desenvolvimento e queremos trazer isso para o Brasil", disse Alaor Azevedo, que completou:
 

"Importante ressaltar que o senhor Vivek é um ex-jogador, foi campeão da Índia, fez parte da seleção e é um apaixonado pelo esporte. Isso mostra o reconhecimento que o trabalho está tendo no olhar do mundo. Estamos muito satisfeitos com esse momento" 
 
Vivek Kohli, por sua vez, salientou que os atletas brasileiros estão demonstrando muita capacidade e ressaltou o intercâmbio que acontecerá entre atletas dos dois países.
 
"Eu vejo o Brasil com um grande potencial e alguns atletas estão vindo muito bem. Nós vemos grande potencial nos países que formam os BRICS e no Brasil uma grande chance de desenvolver o tênis de mesa ainda mais. Os atletas brasileiros poderão ir à Índia, os atletas indianos poderão vir ao Brasil e essa cooperação poderá trazer ainda mais qualificação. Nós amamos o tênis de mesa e queremos que a modalidade cresça em todos os lugares do mundo. Estamos afastados por quilômetros de distância, mas estamos aqui juntos para a assinatura desse contrato. O tênis de mesa nos conecta. Em todos os lugares do mundo, queremos essa evolução", garantiu.
 

Para Thomas Weikert, o momento da parceria foi oportuno. O presidente da Federação Internacional de Tênis de Mesa parabenizou as duas instituições e desejou um futuro próspero:
 
"Vocês estão criando uma família, aproveitando muito bem essa atmosfera que foi criada aqui com os Jogos Olímpicos, os primeiros na América Latina. Boa sorte aos dois e que os resultados apareçam nas Olimpíadas e em outros campeonatos também".
 
Ao fim, em clima descontraído, Alaor Azevedo e Thomas Weikert bateram uma bolinha em uma pequena mesa que tinham os símbolos da CBTM e da STAG.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br