Coordenador de Seleções da CBTM participa de Seminário de Chefes de Equipe dos Jogos Pan-Americanos

16/05/2019 13:52

Lincon Yasuda recebeu informações sobre a competição em Lima e participou de dinâmicas sobre liderança e gestão de atletas

Crédito da Foto: Miriam Jeske/Exemplus/COB.

 

Rio de Janeiro (RJ), 16 de maio de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM, com informações do Comitê Olímpico do Brasil

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) reuniu nesta semana 63 chefes de equipe em sua sede, no Rio de Janeiro (RJ), para uma imersão na missão Jogos Pan-Americanos Lima 2019. O Curso de Capacitação de Chefes de Equipe (CCCE) teve apresentações de representantes do COB sobre temas fundamentais como detalhamento das vilas e sub vilas, serviços médicos e das ciências do esporte, controle e prevenção de doping, credenciamento, alimentação, transporte, uniformes, logística, comunicação, entre outros. A CBTM foi representada pelo coordenador de Seleções Olímpicas da entidade, Lincon Yasuda.

Além das apresentações, os chefes de equipe tiveram reuniões individualizadas com cada uma das áreas, fizeram exercícios práticos sobre resolução de incidentes e participaram de um workshop sobre “Liderança e Gestão de Pessoas” com a professora Janaína Alves. O curso realizado pela diretoria de Esportes do COB, em parceria com o Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), tem como objetivo promover o desenvolvimento de habilidades e conhecimentos de Chefes de Equipe.

“O Seminário envolveu duas partes. Na primeira, operacional, acertamos questões sobre a parte de transporte, logística, parte técnica, documentação e credenciamento de atletas, entre outras. Na segunda parte, realizamos as dinâmicas e simulações de problemas que poderemos encontrar durante a competição”, explicou Yasuda, que aprovou os exercícios apresentados pela professora Janaína Alves.

“Tivemos uma aula sobre comportamento e autoconhecimento, um processo bem dinâmico. Foi um trabalho bem legal, onde pudemos fazer testes e, com base nos resultados, saber o nosso perfil e poder detectar as características de cada atleta, identificando a forma como podemos nos comunicar com cada um, seja ele uma pessoa mais emocional, analítica ou controladora”.

O CCCE tem quatro módulos: dois presenciais e dois a distância, entre este mês e agosto de 2020, incluindo os Jogos Pan-Americanos de Lima e os Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Durante as Missões os participantes estarão sendo avaliados e, ao final, passarão por três provas finais.

Nomeado chefe de missão do Time Brasil e vice-presidente do COB, Marco La Porta ressaltou a responsabilidade dos participantes diante das Missões: “É importante que todos estejam focados em antecipar quaisquer problemas. Os Jogos Pan-Americanos são o segundo evento mais importante do Esporte no país, abaixo apenas dos Jogos Olímpicos.  O Brasil sempre disputou os Jogos e nós temos a responsabilidade de prestar o apoio necessário para que os atletas tenham o melhor rendimento e já começarmos a pensar em Tóquio”.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa