Copa Brasil: Alexia Nakashima é campeã juvenil e vai embalada para o Pan-Americano da categoria

12/06/2016 13:15

Catarinense fará parte da equipe brasileira no 1º Pan-Americano juvenil, no Canadá

Matheus Quelhas e José Augusto Assis, de Piracicaba (SP) - 12/6/2016

Alexia Nakashima (Associação Joinvilense de Tênis de Mesa-SC) superou Fernanda Kodama (São Caetano/SEEST/Xiom-SP) por 3 a 0 (11/5, 12/10 e 11/8) e sagrou-se campeã juvenil na segunda Copa Brasil 2016, em Piracicaba (SP), neste domingo (12). O resultado dá confiança para a atleta que representará a seleção no Pan-Americano juvenil, em Vancouver (CAN), no fim deste mês.

“Fazia tempo que não jogava com a Fernanda, ela está com um jogo diferente, mais rápido e com a bola bem angulada. Mesmo assim consegui manter a concentração e vencer por 3 a 0”, analisou Alexia.

Nas quatro primeiras partidas da competição, Nakashima saiu vencedora sem perder sets. Na sequência, contudo, superou um caminho complicado até o título: bateu Martina Kohatsu (São Caetano/SEEST/Xiom-SP) nas quartas, por 3 a 2 (9/11, 16/14, 8/11, 11/8 e 11/3) e depois a jovem Livia Lima (Associação Nova Era de Tênis de Mesa-SP) pelo mesmo placar (11/8, 7/11, 9/11, 11/6 e 11/5).

“Entrei bem desde o início da competição, isso foi um ponto positivo. Depois enfrentei a Martina logo nas quartas e consegui uma virada que acho que foi mais tática do que técnica. Na semifinal foi outro jogo equilibrado, que estava 2 a 1 para a Livia e consegui virar de novo”, lembrou.  

Além do ouro em sua categoria, Alexia também terminou em terceiro lugar no Absoluto A – parou na semifinal, diante da olímpica Caroline Kumahara (São Caetano/SEEST/Xiom-SP), por 3 a 0. Apesar do resultado, ela achou o confronto positivo, principalmente na preparação para o Pan-Americano juvenil.

 “Quando jogamos com atletas mais velhos e teoricamente mais fortes temos que nos impor mesmo. Não pode pensar ‘ah é atleta olímpico’. Respeitamos, mas tem que jogar, foi o que eu tentei fazer. Eu até queria jogar com ela aqui justamente para ver o nível”, revelou a catarinense.

A atleta local Ediane Bresciani (CCP APTM Piracicaba-SP) e Livia Lima foram as medalhistas de bronze.

Confira todos os resultados finais da Copa Brasil clicando aqui.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais: 

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br