Copa Brasil: Atleta paralímpica conquista ouro na estreia em competições nacionais

19/08/2017 15:27

Juliana Cristina Silva, da AACD São Paulo - SP, levou o título na Classe 2

Alexandre Araújo, em Joaçaba (SC) - 19/08/2017

Foto: Christian Martinez / RGB Studios / CBTM

A Copa Brasil - Centenário de Joaçaba ficará marcada para Juliana Cristina Silva, da AACD São Paulo - SP, como a estreia em campeonatos nacionais. E não só isso.  Será lembrada também como a primeira vez em que chegou ao lugar mais alto do pódio. A atleta conquistou a medalha de ouro na Classe 2 feminina logo no primeiro torneio brasileiro em que se inscreveu.

 

E a relação de Juliana com o tênis de mesa é recente. Ela começou na modalidade há apenas seis meses, por indicação do então treinador de natação, que também fazia trabalhos com tênis de mesa.

 

"Ele me sugeriu que eu experimentasse o tênis de mesa. Eu joguei e amei! Desde então, tenho treinado e me dedicado bastante. Fiz minha classificação em Maringá-PR (onde foi a última edição da Copa Brasil) e participei aqui em Joaçaba", disse.

 

Apesar do bom resultado na estreia, ela garante que não vai se acomodar e quer continuar evoluindo para ter desempenho ainda melhores.

 

"Quero continuar treinando forte para manter esse bom rendimento. Não foi porque ganhei um ouro logo na estreia que vou ganhar sempre. Se eu posso melhorar, as minhas adversárias também", afirmou Juliana, revelando aquele que, talvez, tenha sido um dos segredos para que chegasse ao título.

 

"Sou 'coach', como profissional, e trabalho muito a parte emocional. Então, tentei trabalhar muito meu emocional a cada set. Na minha cabeça, a cada set eu zerava tudo e recomeçava. Acho que isso me ajudou bastante".

 

A atleta, que sofreu um acidente automobilístico há dois anos e, antes do tênis de mesa, tentou outras modalidades, como canoagem, ressalta a importância do esporte na melhora da qualidade de vida.

 

"(Melhora) Em tudo! Não só no processo de reabilitação, mas na vida pessoa, porque você tem de se virar, seguir a vida. Ajuda a te mostrar que você pode ter uma vida normal", salienta.