Copa Brasil: Francisco Wellington supera longo período afastado e fatura Classe 8 invicto

17/04/2016 07:08

Cearense se mostrou muito satisfeito e até surpreso com a conquista, onde não perdeu nenhum set

Matheus Quelhas, de Brasília (DF) – 16/4/2016

Após superar um período de quatro meses longe da mesa, Francisco de Melo (Associação Cearense de Tênis de Mesa-CE) sagrou-se campeão da Classe 8 na Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste sem perder nenhum set, neste sábado (16).

"Eu estava com uma inflamação muito grave na lombar. Pensei que não daria para jogar, eu só voltei mesmo há um mês, porque antes eu voltava e me machucava sucessivamente. Tenho que agradecer ao meu fisioterapeuta, Ricardo Gomes, e todo mundo que me ajudou a me recuperar", agradeceu o mesatenista.

A decisão foi contra Nilson Oliveira (Centro Social Chinês/Superar/Butterfly-SP), que também não havia perdido nenhuma parcial – 3 a 0 para o cearense (11/8, 11/3 e 11/9). Alexon Piccolin (A/Rampa – ARDF-RS) e Mario Pires (Centro Social Chinês/Superar/Butterfly-SP) ficaram com o bronze.

 "Coloquei na minha cabeça que eu tinha que dar o gás. Já que eu estava aqui, eu tinha que dar o meu melhor e foi o que fiz, graças a Deus consegui vencer e ainda terminei não perdendo nenhum set", destacou Melo.

Francisco, que é tricampeão brasileiro (2009, 2010 e 2013) e participou de duas edições dos Jogos Parapan-Americanos (2007 e 2011), perdeu a última seletiva para Luis Manara, atual campeão parapan-americano e garantido no Rio 2016. Ainda com bom nível, o jogador quer buscar outro título nacional e ajudar os “amigos da seleção”.

"Quero treinar bem para voltar a ser campeão brasileiro e, no que eu puder, apoiar a galera da seleção jogando em alto nível contra eles nas competições aqui. Vou pegar firme, porque o Brasileiro será na minha casa e, por isso, tenho que fazer bonito para a minha família e amigos que estarão lá", declarou, referindo-se ao Campeonato Brasileiro de Inverno, em Fortaleza (CE).

Aos 36 anos, o cearense quer usar sua experiência para ajudar os mais novos e tem o objetivo de se dedicar totalmente à função de técnico. Antes, busca mais uma experiência no alto rendimento.

"Eu estou tentando disputar mais um Parapan-Americano. Já disputei o do Rio e o de Guadalajara, agora quero estar em mais um para poder fechar o meu ciclo como jogador", concluiu Francisco.

Confira todos os campeões das Classes paralímpicas e os resultados completos clicando aqui.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/TMBrasil
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br