Copa Brasil: Guilherme Teodoro e Isaac Zauli têm dia de redenção e levam ouro em suas categorias

06/10/2016 18:25

Os dois atletas haviam chegado na final dos respectivos Ratings, na última quarta-feira, mas perderam

Alexandre Araújo, de Toledo (PR) - 6/10/2016

Um dia de redenção. Talvez, esse tenha sido o sentimento de Guilherme Teodoro (Santa Cecília / Saldanha da Gama / LSTM - SP) e Isaac Zauli, campeões das categorias Infantil e Juventude, respectivamente. Nesta quinta-feira (6), segundo dia de Copa Brasil Sul-Sudeste II - Toledo, os dois subiram no lugar mais alto do pódio após chegarem muito perto do título na disputa do Rating, na última quarta-feira (5). A frustração de antes, porém, foi deixada de lado e deu lugar ao sorriso e satisfação.

Guilherme, que havia perdido a final do Rating B para Vitor Bibiano (Associação Chapeconse- SC), bateu Lauro Sebold (Pro Tênis de Mesa- Joçaba- SC) por 3 sets a 0 (11/3; 11/8 e 13/11). Já Isaac, que perdeu a final do Rating A para Danilo Toma, da FME Concordia-SC, desta vez, bateu Siddharta Almeida (Associação Esportiva Lassalista - AM) por 3 sests a 2, com parciais de 11/6; 9/11; 8/11; 11/9 e 11/4.

"Eu jogo no Rating B que, em minha opinião, é mais difícil que o Infantil. Peguei o Vitor Bibiano na final, mas infelizmente, eu perdi. No Infantil, consegui manter meu jogo, mostrar o que vinha fazendo nos treinos e sai vitorioso", disse Guilherme, lembrando que o caminho até o ouro não foi fácil:

"Acabei perdendo um jogo no grupo e passei em segundo. Com isso, peguei uma trajetória mais difícil, com jogadores de alto nível, mas consegui me manter concentrado e atingi o objetivo".

Campeão do Juventude, Zauli acredita que a sua experiência prevaleceu na grande decisão contra Siddharta.

"No Rating, na final acabei sendo derrotado por Danilo Toma, que é um atleta de alto nível e teve méritos. Já no Juventude, acho que consegui jogar bem todos os jogos. A final foi um jogo muito tenso porque o Siddharta é um menino que treina comigo, então, nós conhecemos o estilo de jogo um do outro. Mas, no final, acho que minha experiência, que sou um pouco mais velho que ele, acabou contando e consegui a vitória", afirmou.

Isaac terá ainda mais uma chance de chegar ao pódio, uma vez que disputa também o Absoluto A:

"Campeonato é campeonato, não tem jeito. Como são três categorias, o certo é manter a cabeça no lugar, esquecer essas atuações anteriores e focar no Absoluto. Vai tudo começar do zero", salientou.

No pré-mirim masculino, Eduardo Fragoso (Associação São Bento do Sul - SC) foi o campeão, enquanto no feminino, Allana Maschio (Associação Bombeiros de Foz do Iguaçu-PR) levou a melhor.

No Infantil feminino, quem foi para o lugar mais alto do pódio foi Beatriz Kimoto (São Caetano / SEEST / XIOM - SP) e no Juventude feminino, Fernanda Kodama (São Caetano / SEEST / XIOM - SP) ficou com o ouro.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br