Copa Brasil: Jovem manauara supera distância e contratempo para realizar sonho

18/08/2017 12:16

Alvaro Brandão, do APCEF, lamenta problema com fuso horário que teve em Brasília, mas não esconde felicidade de estar na competição

Alexandre Araújo, em Joaçaba (SC) - 18/08/2017

Foto: Christian Martinez / RGB Studios / CBTM

A distância para a realização de um sonho pode ser medida em quilômetros? No caso de Alvaro Brandão, do APCEF, sim! O menino de Manaus, que conheceu o tênis de mesa há pouco mais de um ano e meio e se apaixonou, tinha o desejo de disputar uma etapa nacional da modalidade e, para isso, superou os cerca de 4.200 quilômetros de distância entre Manaus, no Amazonas, e Joaçaba, em Santa Catarina, o fuso horário e contratempos que teve pelo caminho. 

 

Com apenas 13 anos, Alvaro saiu de Manaus rumo ao Sul do país para, pela primeira vez, estar em uma Copa Brasil. Porém, a escala em Brasília quase colocou tudo a perder. Por conta da diferença de hora entre a cidade natal do jovem e a capital do país, acabou perdendo o voo para Santa Catarina. Veio, então, a primeira emoção desta aventura: a angústia, que levou ao choro. 

 

"Fiquei muito triste. Muito mesmo. Perdi os jogos de quinta, mas estou aqui. Cheguei a Joaçaba às 2 horas da manhã desta sexta, descansei um pouco e vim para jogar o Mirim. Só assim para aprender, não é?", disse o jovem, ainda um pouco chateado.


Porém, ao entrar no ginásio da Copa Brasil - Centenário de Joaçaba, o sorriso tomou conta do rosto de Alvaro, mostrando que o esforço que fez valeu a pena.

 

"Está sendo muito bonito participar de um campeonato desse, uma grande experiência. É muito bom ver jogadores desse nível jogando e poder também enfrentar atletas que já têm grandes resultados nos circuitos. Enfrentar atletas que não conhecemos é sempre bom, ganhando ou perdendo", salientou ele, agradecendo o apoio que recebeu para estar nesta edição do torneio (a terceira nesta temporada):

 

"Meu colégio que pagou minha passagem. Tenho só de agradecer ao meu diretor, o Padre Reginaldo, do colégio Dom Bosco. Essa passagem, para mim, foi muito valiosa. Essa viagem é muito importante".

 

O menino, agora, que alçar voos ainda maiores e chegar ao topo do pódio. Para se aproximar disso, afirma que vai fazer de tudo para estar presente em Toledo, Paraná, onde acontecerá o Campeonato Brasileiro.

"Quero muito estar em Toledo! Comecei no tênis de mesa no início do ano passado. Quando entrei no local de treinamento e vi o pessoal jogando, usando aqueles efeitos... Pensei: 'Nossa, que coisa bonita. Tenho de entrar nessa. Quero participar disso'. Entrei, estou até hoje e não pretendo parar. Vou batalhar para conseguir um dos meus sonhos, que é ser campeão brasileiro. Vou me esforçar muito", garante.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br