Copa Brasil: Rebeca Daniello confirma início meteórico e estreia com título mirim

17/04/2016 11:24

Jovem mesatenista conquista ouro logo em sua primeira participação no evento. Gustavo Gerstmann é campeão no masculino

Matheus Quelhas, em Brasília (DF) – 17/4/2016

Rebeca Daniello (Jundiaí/OSF-Esportes/Uceg/Xiom/JUC-SP) teve uma estreia inesquecível na Copa Brasil: logo em sua primeira participação no evento, superou favoritas para conquistar neste domingo (17) o título da categoria Mirim. O ouro em Brasília (DF), na etapa de abertura da temporada 2016, premia um início de carreira meteórico, dois anos após passar a se dedicar à modalidade.

Na decisão, Rebeca, apenas a sexta cabeça de chave do torneio, venceu Maria Eduarda Magagnin (Clube Concórdia-SC) por 3 sets a 1, parciais de 4/11, 14/12, 11/5 e 11/1. Eliminadas nas semifinais, Mayara Defavari (CCP APTM Piracicaba-SP) e Laira Silva (Clube Concórdia-SC) ficaram com o bronze.

“Senti uma coisa muito boa após a final. É a primeira vez que venho para a Copa Brasil. Eu me dediquei muito para chegar até aqui. É difícil chegar aqui e conquistar um título depois de apenas dois anos treinando”, comemorou a jovem mesatenista, que teve de se superar na final.

“Comecei mais ou menos a final, não estava muito ligada. Perdi um set, mas consegui buscar a vitória”, completou.

Rebeca chegou ao tênis de mesa por acaso. Após ser vista jogando no recreio da sua escola, foi convidada para disputar as Olimpíadas Colegiais Guarulhenses (OCG). Ela aceitou o desafio, mas saiu de mãos vazias na competição. Mesmo sem medalhas, ganhou a motivação necessária para seguir na modalidade.

“Quando disputei a OCG, não sabia nem sacar direito. Mas, quando acabou, falei para o meu pai que queria começar a treinar. Procuramos um local e acabei indo para a Uceg”, contou.

No masculino, Gustavo Gerstmann (Jundiaí/OSF-Esportes/Uceg/Xiom/JUC-SP) conquistou o título ao vencer Gustavo Carvalho (Unicap-PE) na final por 3 a 1 (11/5, 9/11, 11/9 e 11/7). Felipe Scorissa (APCEF Manaus-AM) e Matheus Braz (Santo André/ADSA/Xiom-SP) caíram nas semifinais e dividiram a terceira posição.

Confira os resultados completos clicando aqui.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/TMBrasil
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br