Copa Latino-Americana: dona de oito ouros, seleção busca ampliar hegemonia na Guatemala

25/05/2016 19:23
Segundo colocado em número de títulos, República Dominicana só teve dois campeões
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 25/5/2016
 
A seleção brasileira tentará ampliar a hegemonia na Copa Latino-Americana durante sua sexta edição, que será disputada de 3 a 5 de junho, na Guatemala. Dono de oito medalhas de ouro, o país é o maior vencedor da história da competição, que classifica seus campeões para as Copas do Mundo individuais. A vantagem para a República Dominicana, segunda colocada no quadro de medalhas, é grande: são seis ouros de diferença.
 
O Brasil será representado por seis atletas que têm chances de aumentar essa superioridade em número de títulos. No masculino, Gustavo Tsuboi (77º colocado no ranking mundial), Hugo Calderano (63º) e Eric Jouti (213º) jogarão pelo país. Já no feminino, as brasileiras que estarão na Copa são: Caroline Kumahara (119ª), Lin Gui (134ª) e Bruna Takahashi (155ª).
 
No histórico da competição, o Brasil não é apenas o maior campeão, mas também o maior medalhista. Ao todo, os brasileiros subiram 18 vezes no pódio - além dos oito ouros, foram três pratas e sete bronzes. Na segunda colocação em número de medalhas estão três países que conquistaram três medalhas cada: República Dominicana (dois ouros e uma prata), México (três pratas) e Argentina (uma prata e dois bronzes).
 
A edição de estreia do torneio foi realizada em 2011 em solo verde e amarelo. No Rio de Janeiro (RJ), Tsuboi foi o primeiro a vencer a competição e Cazuo Matsumoto (106º) conquistou o bronze. No feminino, Jessica Yamada (231ª) também foi ao pódio, terminando na terceira posição.
 
Em 2012, em San José, na Costa Rica, Thiago Monteiro(128º) levou o ouro e Cazuo, o bronze. Neste ano, Caroline Kumahara ganhou a taça pela primeira vez. Na terceira edição, em Santo Domingo, na República Dominicana, em 2013, Thiago repetiu o feito, só que dessa vez o terceiro colocado foi Tsuboi. Entre as mulheres, Carol foi bronze.
 
Em Assunção, no Paraguai, em 2014, o Brasil teve um novo campeão: Cazuo. Ele dividiu o pódio com Tsuboi, que ficou na terceira posição. Na ocasião, Carol conquistou o seu segundo torneio e Ligia Silva (166ª) levou a primeira prata para o Brasil.
 
Na última edição, que foi realizada em Havana, capital de Cuba, Tsuboi faturou o seu segundo título, enquanto Cazuo foi vice-campeão. Já no feminino, a competição teve um pódio brasileiro: Caroline foi ouro ao bater Lin Gui na final. Ligia ficou com o bronze.
 
A Copa Latino-Americana 2016 será realizada na Cidade da Guatemala. Serão 24 atletas - 12 de cada naipe - representando 12 países. Os classificados foram os campeões das suas últimas respectivas competições continentais, além do atleta melhor ranqueado em abril deste ano e os classificados para os Jogos Olímpicos Rio 2016.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais: 

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br