Delegação brasileira que disputará o Pré-Olímpico Latino-Americano está definida

17/03/2016 16:55

No Chile, Brasil terá quatro atletas disputando as vagas restantes nos Jogos Olímpicos do Rio

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 17/03/2016

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) divulgou, nesta quinta-feira (17), a lista dos atletas que disputarão o Torneio Pré-Olímpico Latino-Americano, classificatório para os Jogos Olímpicos do Rio, que aconte de 1º a 3 de abril, em Santiago, no Chile.

Gustavo Tsuboi (63º colocado no ranking mundial) será o representante no masculino, onde buscará uma vaga, já que o Brasil já tem Hugo Calderano (58º) garantido. Entre as mulheres, Lin Gui (124ª), Caroline Kumahara (105ª) e Bruna Takahashi (142ª) lutam por duas vagas.

“O Tsuboi, nos últimos dois anos, se manteve entre a 30ª e a 60ª posição no ranking mundial. Além disso, venceu jogadores top 20 do ranking mundial na Copa do Mundo recentemente, em outubro”, comentou o técnico Jean-René Mounie.

Para Hoyama, a convocação reflete a grande evolução do tênis de mesa feminino, desde a conquista do título mundial da segunda divisão, em 2014, passando pelas finais inéditas em Toronto e o título mundial infantil de Bruna.

“Eu convoquei as que mais se destacam, com os melhores resultados. Demos um grande passo no Pan-Americano e agora queremos duas vagas no individual. Acredito muito nisso, mesmo com adversárias fortes”, apostou o ex-mesatenista.

Os treinadores também elogiaram outros membros da seleção, que acabaram ficando de fora da convocação.

“Claro que outros tinham chance de conquistar a vaga na mesa, mas nada mais justo do que dar preferência para o nosso jogador mais regular, que é o Gustavo. Além disso, a equipe é composta por três atletas e, dependendo do resultado no Chile, temos uma ou duas vagas em aberto”, lembrou Mounie.

Mais experiente do grupo atual do time feminino, aos 34 anos, a amazonense Ligia Silva, que participou do título latino-americano e esteve com a delegação no Mundial por equipes, também foi lembrada por Hoyama como parte do nível alcançado pelas convocadas.

“Foi difícil deixar a Ligia de fora, porque ela participou de todo o processo. Sem a concorrência dela essas meninas não estariam tão fortes como estão hoje e ela vai seguir participando dos treinamentos e ajudando”, pontuou Hoyama.

Durante seus três dias de duração, o Pré-Olímpico consistirá em torneios eliminatórios simples, onde os campeões se garantem nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto deste ano.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/TMBrasil
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br