Desafio de Cadetes: Com Diogo Silva e Livia Lima, América Latina fica na quarta colocação por equipes

25/10/2017 16:01
Equipe de Giulia Takahashi, Hopes ficou na quinta colocação do torneio feminino
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 25/10/2017
 
Foto: Christian Martinez/RGB Studios/CBTM
 
As equipes masculina e feminina da América Latina ficaram entre as quatro melhores do torneio de equipes do Desafio Mundial de Cadetes, que é a principal competição da categoria infantil. Os times, que ficaram na quarta colocação, têm como componentes um brasileiro em cada naipe: Diogo Silva entre os meninos e Livia Lima entre as meninas. O evento mundial está acontecendo em Suva, capital do Fiji.
 
A brasileira Giulia Takahashi também está na competição, porém, ela está representando o combinado do Hopes, programa de prospecção de talentos da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF). A equipe de Takahashi terminou na quinta colocação do torneio feminino.
 
A quarta colocação da América Latina no masculino veio depois de dois revés. Primeiro, a equipe foi superada na semifinal pela Europa por 3 jogos a 0 e, depois, pela derrota sofrida diante da América do Norte por 3 a 1 na disputa pelo terceiro lugar. Na primeira fase, a equipe avançou ficando na segunda colocação no grupo.
 
A mesma situação aconteceu com a equipe latino-americana feminina. Na semifinal, o time de Livia Lima caiu diante América do Norte por 3 a 1. Com isso, a América Latina foi para a disputa do terceiro lugar, em que foi batida por 3 a 0 pela Europa. Assim como no masculino, a América Latina também havia avançado ficando na vice-liderança do grupo.
 
O time do Hopes feminino, por não ter avançado para a semifinal, foi para a disputa do quinto lugar. E a posição foi conquistada após duas vitórias: primeiro, ele bateu a Oceania por 3 a 1 e, depois, superou a equipe africana por 3 a 0.
 
Nesta quinta-feira (26), a competição dá uma parada para a realização de um "Dia Cultural" em Fiji. Vai ser nesta quinta também que serão realizados os sorteios dos embates dos torneios individuais e de duplas.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br