Desafio de Cadetes: Times de Diogo Silva e Livia Lima avançam para semifinal por equipes

24/10/2017 17:26
Equipe masculina da América Latina enfrenta a Europa, enquanto a feminina, a América do Norte
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 24/10/2017
 
Foto: ITTF
 
O Desafio Mundial de Cadetes, que está acontecendo em Suva, em Fiji, já deu início a sua fase de competição e os brasileiros estão fazendo uma boa campanha até agora. Nesta terça-feira (24), Diogo Silva e Livia Lima que compõem os times da América Latina se classificaram para as semifinais do torneio e, ainda nesta terça, eles brigam por uma vaga na final da competição.
 
A equipe latino-americana masculina (Diogo Silva, Dario Arce, Jacobo Vahnish e Matias Velarde) encara a Europa (Csaba Andras, Martin Friis, Maksim Grebnev e Olav Kosolovsky), às 20h (horário de Brasília), enquanto a feminina (Livia Lima, Valentina Rios, Fabiola Diaz e Marbella Aceves) enfrenta a América do Norte (Rachel Sung, Amy Wang, Joyce Xu e Benita Zhou) no mesmo horário.
 
No masculino, a classificação veio depois de a equipe ter ficado na segunda colocação do Grupo 1. A América Latina venceu o time do Hopes por 4 jogos a 1 e o time da Oceania por 5 a 0 e foi derrotada pela Ásia por 5 a 0. 
 
Enquanto isso, no feminino, a equipe de Livia também avançou com uma segunda colocação na fase preliminar. No Grupo 1, as representantes latino-americanas derrotaram a equipe do Hopes (time que Giulia Takahashi integra) por 3 a 2 e as anfitriãs de Fiji por 5 a 0. O revés também foi sofrido pela equipe asiática que as superaram por 5 a 0.
 
Giulia Takahashi vence todas as partidas, mas Hopes não avança
 
O Brasil ainda tem mais uma representante no Desafio de Cadetes: Giulia Takahashi. A atleta compõe a equipe feminina do Hopes e, apesar de a atleta ter vencido em todas as ocasiões que jogou, não foi suficiente para ajudar o seu time avançar para as semifinais do torneio. O Hopes vai para a disputa do quinto lugar.
 
Na vitória de 5 jogos a 0 do Hopes sobre Fiji, a atleta derrotou Loata Duncan por 3 sets a 0 e Magali Chen pelo mesmo placar. Giulia voltou à mesa na derrota da sua equipe frente ao combinado da América Latina (o embate terminou em 3 jogos a 2 para os latino-americanos) e superou Fabíola Diaz por 3 sets a 1.
 
Valendo uma vaga na decisão de quem vai ficar com o quinto lugar, a equipe do Hopes vai enfrentar o time da Oceania, nesta terça-feira, às 20h.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br