DOBRADINHA! Calderano e Tsuboi fazem a final da Copa Pan-Americana e estão garantidos na Copa do Mundo Masculina

09/02/2020 16:10

Brasileiros disputam a decisão neste domingo, às 20h (de Brasília) e repetem final brasileira de 2018

FOTO: Calderano dominou o jogo em Porto Rico. Crédito: ITTF.

AO VIVO: Finais no globoesporte.com (https://globoesporte.globo.com/tenis-de-mesa/ao-vivo/copa-pan-americana-de-tenis-de-mesa.ghtml).

 

Guaynabo (PUR), 09 de fevereiro de 2020.

Por: Assessoria de Imprensa - CBTM

A final da Copa Pan-Americana de Tênis de Mesa será disputada entre dois brasileiros. Repetindo o que aconteceu em 2018, Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi fazem a dobradinha na decisão do torneio, neste domingo (09), às 20h, em Guaynabo, Porto Rico. Há dois anos atrás, Calderano venceu. O jogo que vale o título será transmitido ao vivo apenas pelo site Globoesporte.com (https://globoesporte.globo.com/tenis-de-mesa/ao-vivo/copa-pan-americana-de-tenis-de-mesa.ghtml).

Os dois atletas serão os representantes das Américas na Copa do Mundo Masculina, em outubro, na cidade de Dusseldorf, na Alemanha. Nas semifinais da Copa Pan-Americana, Tsuboi venceu um jogo extremamente equilibrado contra o norte-americano Kanak Jha, por 4 a 3 (11/9, 11/6, 10/12, 4/11, 11/4, 3/11 e 11/9), devolvendo a derrota sofrida em 2019, também na semifinal, enquanto Calderano bateu o paraguaio Marcelo Aguirre, por 4 a 1 (11/9, 11/9, 8/11, 11/5 e 11/6).

Gustavo Tsuboi começou muito bem na partida contra o norte-americano, 25°do ranking mundial. Utilizando todo o poderio de seu saque, canhoto e com muito efeito, atrapalhou demais a recepção do norte-americano, que não conseguia encaixar seu jogo. O brasileiro venceu o primeiro set e manteve o ritmo na segunda parcial, abrindo no placar.

A reação de Kanak Jha veio a partir da segunda metade do terceiro set, quando ele conseguiu a virada e levou a parcial. No quarto set, o norte-americano foi absoluto, empatando o jogo em 2 a 2.

A parcial seguinte foi toda de Tsuboi, enquanto no sexto set Kanak Jha reinou absoluto. A partida chegou ao set desempate e o brasileiro mostrou muito equilíbrio nos momentos decisivos, além de contar com a sorte em determinados lances, como numa casquinha que conseguiu para empatar o jogo em 8 a 8. No fim, Tsuboi levou a melhor, garantiu vaga na final e na Copa do Mundo, além de conquistar pontos importantes no ranking mundial, pois foi o terceiro colocado em 2019.

“Acho que o Tsuboi foi muito bem. O jogo foi bem difícil e com muitas mudanças táticas, mas ele soube se adaptar e achar soluções, tanto na parte tática como na parte mental. O Kanak é um jogador forte e temos de valorizar essa vitória”, disse o técnico Francisco Arado, o Paco.

Na outra semifinal, o número 7 do mundo brilhou. Mais uma vez, assim como aconteceu nas oitavas e nas quartas de final, começou mal o jogo contra o experiente Marcelo Aguirre. Ainda no primeiro set, conseguiu a reação e fechou a primeira parcial. No segundo set, começou perdendo, virou e se encaminhava para uma vitória tranquila. O paraguaio ainda reagiu, mas não conseguiu nova virada.

Aguirre deu o troco no terceiro set. Começou perdendo, mas conseguiu a virada e manteve-se no controle do jogo. Na quarta parcial, Calderano retomou as rédeas do jogo e dominou completamente os dois sets finais.

“O Hugo estava bem focado, ganhou os dois primeiros sets que foram muito disputados. Depois disso, acredito que ficou difícil para o Aguirre voltar ao jogo. Estou bem satisfeito em ver o Hugo jogar dessa forma, sem sentir nada”, analisou o técnico Jean-René Mounié, se referindo ao desempenho do craque em seu retorno após lesão no quadril.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com
Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br
fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa