Estados do Sul dominam quadro de medalhas dos Jogos Escolares da Juventude e Paraná é o grande destaque

14/10/2016 15:40

Foto: COB

Paranaenses levaram quatro ouros, uma prata e três bronzes; Ana Bonsere e Joon Shim, ambos do Paraná, foram os campeões individuais

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 14/10/2016

O Paraná foi o grande destaque no tênis de mesa da primeira etapa dos Jogos Escolares da Juventude, para jovens entre 12 e 14 anos. Representantes do estado ganharam nada menos que cinco dos sete títulos em disputa. Ana Bonsere, do Colégio La Salle, foi quatro vezes ao lugar mais alto do pódio, na disputa individual feminina, dupla feminina, dupla mista e por equipes. Joon Shim, do Colégio Ateneu, levou dois ouros, no torneio individual masculino e nas duplas mistas.

Os outros estados da região Sul também tiveram boa relevância na competição, que é organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). Santa Catarina ficou com o primeiro lugar na disputa por equipes masculina e no torneio de duplas masculinas, com Guilherme Silva (Escola Professora Laura Andrade) e Lucca Felippi (E.E.B. Raulino Horn) em ambas as categorias. Já o Rio Grande do Sul ficou com a primeira colocação na disputa por equipes feminina, com as conquistas das irmãs Tainara Tanaka e Thais Tanaka, do E.E.E.M 10 de setembro.

Além dos estados do Sul, outros quatro estados de três regiões do país conquistaram medalhas. Pelo Nordeste, Sergipe foi três vezes ao pódio (uma prata e dois bronzes) e Pernambuco duas (uma prata e um bronze). Já pelo Sudeste, o Rio de Janeiro levou três bronzes para casa. Pelo Norte, Amapá faturou um bronze.

A próxima etapa dos Jogos Escolares irá abranger os estudantes com as idades entre 15 e 17 anos. A capital paraibana, João Pessoa, será o grande palco da competição, assim como foi na primeira etapa. Os Jogos serão realizados entre 10 e 19 de novembro.

Confira abaixo o quadro de medalhas completo do tênis de mesa nos Jogos Escolares da Juventude - Etapa 12 a 14 anos:

1º: Paraná (quatro ouros, uma prata e três bronzes)
2º: Santa Catarina (dois ouros, três pratas e três bronzes)
3º: Rio Grande do Sul (um ouro, uma prata e um bronze)
4º: Sergipe (uma prata e dois bronzes)
5º: Pernambuco (uma prata e um bronze)
6º: Rio de Janeiro (três bronzes)
7º: Amapá (um bronze)

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br