Ex-mesatenista Dagoberto Midosi recebe homenagem da CBTM e do Fluminense pelo aniversário de 100 anos

09/05/2017 17:57

Evento aconteceu na sede do Tricolor, nas Laranjeiras, e contou com familiares e amigos

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 09/05/2017

Dagoberto Midosi, um dos grandes nomes do tênis de mesa brasileiro, foi homenageado pelos 100 anos completados no último sábado (6), em evento realizado na sede do Fluminense, em Laranjeiras, nesta terça-feira (9). No ginásio que leva o nome do ex-mesatenista, a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) lhe concedeu uma placa, entregue por Alaor Azevedo, presidente da instituição. A diretoria do Tricolor, clube que Dagoberto defendeu por 17 temporadas, também lhe deu uma placa, além de uma camisa do time com o nome e o número 100 às costas e um livro sobre a agremiação.

Além de Alaor Azevedo, a festa contou também com Ivan Vinhas, ex-vice-presidente da CBTM, Edimilson Pinheiro, gerente de eventos da CBTM e atleta do Fluminense, e Pablo Ribeiro, presidente da Federação de Tênis de Mesa do Rio de Janeiro, além de membros do Tricolor, familiares e amigos de Dagoberto.

“É uma satisfação muito grande estar nesse evento. Conheço Dagoberto desde 1971, quando cheguei ao Rio. Sempre foi muito gentil comigo e, quando eu jogava e já era seleção brasileira, tinha dificuldade de ganhar dele, mesmo ele com quase 40 anos a mais. Ganhava dele usando o saque (risos). É uma pessoa muito importante e merece todas as homenagens. Foi campeão brasileiro em 1950 e foi ele que fez o Brasil voltar a disputar campeonato mundial ao convencer o João Havelange (à época, presidente da Confederação Brasileira de Desportos). Como tricolor e benemérito do clube, tenho uma grande honra de ver um companheiro atingir essa idade tão importante”, disse Alaor, que completou:

“O Dagoberto completou 100 anos, é um fato histórico para o tênis de mesa, e continua jogando até hoje. Então, é um grande exemplo para as gerações futuras para mostrar que o esporte, além de todos os benefícios, pode também trazer a longevidade”.

Dagoberto esteve na primeira seleção que disputou o Campeonato Mundial, em 1949, na Suécia. Além disso, esteve nas edições de 1952 (Índia), 1953 (Romênia), 1954 (Inglaterra), 1955 (Holanda), 1956 (Japão) e 1957 (Suécia). Na época, com quase 40 anos, ele decidiu se aposentar, mas ainda conquistaria o Mundial de Masters, em 1959, na Alemanha.

Dentre as participações em Mundiais, a mais marcante foi a de Wembley (ING), em 1954. Na ocasião o Brasil conseguiu um feito histórico e chegou as quartas de final com a dupla formada por Dagoberto e Ivan Severo.

 Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br