Experiente, Gustavo Tsuboi exalta 2016: 'Foi um ano especial para mim'

19/12/2016 16:06

Brasileiro lembrou da sua participação nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e os excelentes resultados nos torneio de duplas ao lado de Hugo Calderano

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 19/12/2016

Foto: Christian Martinez/RGB Studios/ CBTM

Com um vasto currículo, que conta com participações nos Jogos Olímpicos de Pequim (CHN) e Londres (ING) e nos Pan-Americanos de Santo Domingo (DOM), Rio de Janeiro, Guadalajara (MEX) e Toronto (CAN), Gustavo Tsuboi não esconde que este ano ficará marcado na trajetória dele. Isso porque, o experiente jogador teve a chance de atuar na terceira Olimpíada da carreira, porém, desta vez, com o apoio e o calor dos brasileiros. Com o Riocentro lotado, ele disputou o torneio individual masculino e também por equipes, ao lado de Hugo Calderano e Cazuo Matsumoto.

Além disso, ao lado de Calderano, Tsuboi conquistou a medalha de ouro na disputa de duplas no Aberto da Suécia - etapa Major e pôde chegar ao Top 5 do ranking mundial de duplas, ficando atrás apenas de de Masataka Morizono e Yuya Oshima, do Japão; Xu Xin e Zhang Jike, da China; Youngsik Jeoung e Sangsu Lee, da Coréia do Sul; e Alexey Liventsov e Mikhail Paikov, da Rússia.

"O ano de 2016 foi especial para mim. Jogar uma Olimpíada em casa foi fantástico, e o carinho do público será inesquecível. Também obtive ótimos resultados nas competições de duplas junto ao Hugo Calderano, nos Abertos do Qatar, Japão e Suécia", lembrou.

Atualmente defendendo o Polonia Bytom, Tsuboi ressalta os ensinamentos que vem ganhando e garantiu uma motivação ainda maior neste novo ciclo olímpico que se inicia, visando Tóquio/2020.

"Jogar uma liga diferente na temporada 2016/2017 (Superliga da Polônia), está sendo uma ótima experiência para manter-me motivado.  Para esse novo ciclo, eu continuarei me dedicando para evoluir e alcançar novos objetivos. Espero que tenhamos os meios para dar continuidade ao ótimo trabalho feito pela CBTM nos últimos anos", salientou.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br