Federação Internacional testa 'gandulas' e atletas aprovam sistema

30/08/2017 16:01
Aberto da República Tcheca, realizada até o último domingo, foi a primeira a receber tal medida
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 30/8/2017
 
Fotos: Jan Brychta/ITTF
 
A Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) testou uma novidade no Aberto da República Tcheca, que foi realizado até o último domingo (27). Na competição, a federação usou o sistema "Multi Balls" ("Multi Bolas", em português), que consiste na reposição instantânea das bolas pelos árbitros, evitando que os atletas tenham de se deslocar para longe da mesa durante as partidas.
 
Uma das grandes diferenças percebidas durante o Aberto da República Tcheca foi a presença de "gandulas". Eles recolhiam as bolas que iam ao fundo ou as que saiam da área de jogo e entregavam ao árbitro assistente, que as disponibilizavam aos atletas entre um ponto e outro.
 
O brasileiro Hugo Calderano (27º colocado no ranking mundial), semifinalista do torneio, fez uma avaliação inicial sobre o novo sistema e considera que tenha pontos positivos:
 
"Eu acho que é bom. Eu ainda tenho de jogar mais vezes com esse sistema para ter uma opinião definitiva sobre o assunto, mas acredito que isso possa deixar o jogo mais dinâmico e interessante", disse em entrevista ao site oficial da ITTF.
 
Timo Boll (7º), vice-campeão na República Tcheca, também presume que essa nova implementação possa deixar as partidas mais movimentadas.
 
"Eu gostei bastante, porque você não precisa se deslocar tanto depois dos ralis. Isso deixa o jogo mais rápido e você não perde tempo", avaliou o alemão.
 
Outra atleta que aprovou o teste foi a sueca Matilda Ekholm (35ª), vice-campeã no torneio de duplas ao lado da húngara Georgina Pota. Ela acha que a medida possa deixar os confrontos mais legais para se assistir.
 
"É muito bom, principalmente pelo tamanho da área de jogo nas fases principais das competições. Por isso, acredito que seja perfeito e mais interessante de se assistir", elogiou a atleta da Suécia.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br