Giulia Takahashi receberá o Prêmio Brasil Olímpico como melhor atleta dos Jogos Escolares

08/12/2018 11:04

Atleta, que acaba de defender o Brasil no Mundial Juvenil, teve participação brilhante na competição escolar, realizada em Natal

Crédito da Foto: Alexandre Loureiro/Exemplus/COB

 

Rio de Janeiro (RJ), 8 de dezembro de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

A paulista Giulia Takahashi, de apenas 13 anos, será homenageada no Prêmio Brasil Olímpico 2018. Ela foi eleita a melhor atleta feminina da categoria 12 a 14 anos nos Jogos Escolares da Juventude. A entrega do prêmio acontecerá no dia 18 de dezembro, no Teatro Bradesco, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Na competição realizada em Natal (RN), Giulia teve um desempenho brilhante. Além do ouro no individual, foi campeã de duplas mistas e equipes, representando o Educandário Santo Antônio (Santo André – SP).

Na ocasião, Giulia havia acabado de ganhar a medalha de bronze em duplas mistas no Desafio Mundial de Cadetes, no Japão, e se preparava para seguir com a Seleção Brasileira para o Mundial da Austrália. Com a preparação para competições de alto nível na ocasião, ela “sobrou na turma”.

Além de Giulia, outros três atletas serão premiados pelo desempenho nos Jogos Escolares da Juventude: na categoria 12 a 14 anos, Luan Gomes, do badminton; e, na categoria 15 a 17 anos, João Paulo Silva, na natação, e Thayane Lemos, do judô.

A premiação é apenas mais uma boa notícia entre tantas que o tênis de mesa recebeu com seus atletas na temporada 2018. Além do bronze de Giulia no Desafio Mundial de Cadetes, Hugo Calderano teve diversas boas participações em Abertos do Circuito Mundial, culminando com sua classificação para as finais do Circuito (Grand Finals) e sua indicação entre os melhores do ano pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF). No Mundial Paralímpico, Cátia Oliveira conquistou a inédita medalha de prata, na classe SF1-2. Também é possível citar diversas outras conquistas nas Américas, no adulto e nas categorias de base.

O Prêmio Brasil Olímpico também premiará o melhor atleta de cada modalidade na temporada 2018. Pela sexta vez consecutiva, Hugo Calderano foi eleito o melhor do tênis de mesa nacional, sendo recordista de indicações na modalidade, ao lado de Hugo Hoyama.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa