Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi se preparam para Abertos do Japão e Coreia com a seleção coreana

12/06/2016 12:18

Brasileiros estão desde o início da semana no Centro Nacional em Seoul, capital coreana

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 12/6/2016

Hugo Calderano (62º colocado no ranking mundial) e Gustavo Tsuboi (83º), os dois representantes do Brasil no torneio individual dos Jogos Olímpicos, estão se preparando para duas etapas do Circuito Mundial com a seleção coreana, no Centro Nacional, em Seoul.

Desde terça-feira (7), os brasileiros estão trabalhando diariamente com alguns dos melhores jogadores do mundo: Joo Saehuyk (13º), Jeoung Younsik (14º), Lee Sang Su (16º) e Jang Woojin (36º).

Com a presença do técnico francês Michel Blondel, consultor interncional da CBTM, a semana de treinos, que também teve como objetivo a adaptação ao fuso-horário, segue até segunda-feira (13), antes dos Abertos do Japão (15 a 19 de junho) e da Coreia (22 a 26).

“É uma oportunidade única, treinar com os melhores coreanos permite um ótimo trabalho. Gostaria de agradecer à Confederação Coreana que fez tudo para nós. Espero que consigamos manter essa relação no futuro porque seria realmente fantástico para a CBTM”, destacou Blondel, antes de falar sobre os brasileiros.

“Gustavo está conseguindo ter de novo um ritmo de jogo alto. O Hugo pôde continuar a trabalhar para desenvolver o jogo dele contra os coreanos, é bem interessante porque não é fácil impor seu jogo contra atletas desse nível”, explicou o técnico.

O também francês Jean-René Mounie, treinador da seleção brasileira, lembrou que é muito difícil participar de qualquer preparação de um país asiático tão perto dos Jogos Olímpicos.

“Fico muito satisfeito em ter nessa oportunidade, pois os países como Coreia, Japão e China fecham tudo antes da Olimpíada. As boas relações com o Ryu Seung Min (campeão olímpico em Atenas, 2004) ajudaram bastante e os brasileiros aproveitaram ao máximo”, comentou Mounie.

Além de Calderano e Tsuboi, a intenção era que Cazuo Matsumoto (108º), terceiro componente do Brasil no torneio por equipes dos Jogos Olímpicos, também participasse, mas ainda assim o técnico confia em uma boa preparação do paulista.

“Infelizmente, por questões burocráticas, não conseguimos obter o mesmo para o Cazuo, mas ele vai chegar bem cedo ao Japão e participar dos dois abertos internacionais, que serão de alto nível”, completou.

Nos abertos do Japão e da Coreia, além da equipe olímpica masculina, o Brasil será representado por Eric Jouti (200º) e Vitor Ishiy (238º).

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais: 

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br