Israel Stroh conquista o ouro nas Macabíadas, as Olimpíadas entre atletas judeus

12/07/2017 14:30
Na final do torneio paralímpico da competição, brasileiro derrotou o israelita Aviv Gordon por 3 sets a 0
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 12/7/2017
 
Foto: Divulgação
 
Israel Stroh está tomando gosto em conquistar medalhas em Olimpíadas. Se nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, o brasileiro faturou a prata, nas Macabíadas - competição voltada para atletas judeus, a cor da medalha foi dourada. No torneio paralímpico da competição judaica, Israel alcançou o ouro ao bater o israelita Aviv Gordon por 3 sets a 0 (11/6, 11/1 e 11/7) na decisão do campeonato.
 
"O Aviv Gordon era o favorito do torneio na minha opinião. Ele, além de ter mais pontos que eu no ranking, ainda é de duas classes acima. Então, era um jogo muito difícil, mas ganhei dele duas vezes no campeonato, e na final com um placar muito aberto", disse o medalhista de ouro, que bateu o vice-campeão na fase de grupos por 3 a 1 (11/4, 11/9, 6/11 e 11/6).
 
Na primeira fase, Stroh terminou na liderança do Grupo 1, o qual dividiu com outros três israelitas além de Gordon: Assaf Gofer, David Asharov e Boaz Tabib. Na semifinal, o brasileiro encarou Danny Bobrov, de Israel, por 3 a 1, com parciais de 9/11, 13/11, 11/6 e 11/8.
 
Porém, engana-se quem pensa que ele teve um caminho tranquilo rumo ao ouro. O brasileiro afirma que uma das principais dificuldades no torneio foi ter de enfrentar atletas de classes acima da Classe 7 (a de Israel Stroh).
 
"O nível aqui da competição estava muito forte, porque Israel manda praticamente suas seleções principais, então, é sempre a equipe a ser batida. No meu caso, a dificuldade maior foi jogar com todas as classes misturadas. Eu sou Classe 7, uma classe baixa, e tive que enfrentar até jogadores Classe 10", afirmou o campeão.
 
As Macabíadas ou Olimpíadas Macabi estão sendo realizadas em diversas cidades de Israel. A competição teve início no dia 4 e segue até a próxima terça-feira (18).
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br