Jogos Escolares da Juventude: Com irmãs, Rio Grande do Sul bate Paraná na final e fatura torneio feminino por equipes

21/09/2016 22:52

Thais Tanaka e Tainara Tanaka bateram Ana Bonsere e Isabella Silva por 3 jogos a 2

José Augusto Assis, de João Pessoa (PB) – 21/9/2016

Tanaka. Esse sobrenome pode não ser tipicamente gaúcho, mas nos Jogos Escolares da Juventude ele se tornou. Na disputa feminina por equipes, as irmãs Thais Tanaka (EEEM 10 de setembro) e Tainara Tanaka (EEEM 10 de setembro) representaram bem o Rio Grande do Sul e faturaram a medalha de ouro ao baterem o Paraná, que foi representado por Ana Bonsere (Colégio Lasalle) e Isabella Silva (C.E Barão do Rio Branco) por 3 jogos a 2 na grande decisão.

A equipe gaúcha conseguiu vencer as duas primeiras partidas. Tainara foi à mesa contra a paranaense Ana e a bateu por 3 sets a 1, com parciais de 2/11, 11/7, 13/11 e 11/8. Já Thais, ao enfrentar Isabella, saiu vencedora com o placar de 3 sets a 0 (11/6, 11/8 e 15/13).

A reação paranaense começou com a vitória na partida das duplas: Ana/ Isabella superou as irmãs Thais e Tainara por 3 sets a 1, com parciais de 11/6, 11/8, 2/11 e 11/2. Quem empatou o confronto foi Ana. A mesatenista do Paraná superou Thais por 3 sets a 0 (11/3, 11/4 e 11/3).

O jogo decisivo foi entre a gaúcha Tainara e a paranaense Isabella e quem se deu melhor foi a atleta do Rio Grande do Sul. Com um 3 sets a 0 (17/15, 11/8 e 11/2), ela fechou o confronto que deu o título para as irmãs.

Thais destacou a partida contra Ana Bonsere como o grande desafio para ela na final.

“Jogar contra a Ana foi muito complicado, ela joga muito bem e é extremamente dedicada. O meu jogo não encaixou com o dela, porque ela é muito ofensiva e eu sou mais defensiva. Foi um grande desafio, mas deu para tirar bastante aprendizado dessa partida”, analisou.

Campeã, Tainara fez questão de dedicar a medalha conquistada para o seu estado.

“Essa medalha que conquistamos não é da Tainara e da Thais, mas sim, de todo o Rio Grande do Sul. Gostaria de dedicar a todos que torceram por nós, a toda a colônia japonesa, que foi onde a gente iniciou. Tem muita gente que nos ajudou a estarmos aqui e essa medalha é de todos eles”, disse a atleta.

No masculino, Santa Catarina leva a medalha de ouro

No torneio masculino por equipes, a final foi entre Santa Catarina e Sergipe. O estado do Sul, que foi representado por Guilherme Silva (Escola Professora Laura Andrade) e Lucca Fellippi (EEB Raulino Horn), superou a equipe nordestina – João Paulo Santos (Colégio Amadeus) e José Lucas Santos (Colégio Salesiano) por 3 jogos a 0.

Na primeira partida, Lucca bateu José Lucas por 3 sets a 0, com parciais de 11/8, 11/7 e 11/1. Na segunda partida, os catarinenses continuaram superiores. Guilherme derrotou João Paulo pelo mesmo placar de seu companheiro, com parciais de 11/8, 11/8 e 11/7.

O jogo de duplas foi o embate decisivo. Guilherme e Lucca enfrentaram João Paulo e José Lucas e os bateram por 3 sets a 1. As parciais foram: 11/9, 11/6, 9/11 e 11/ 6.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br