Jogos Olímpicos: Histórico! Hugo Calderano derrota atleta de Hong Kong e iguala recorde de Hugo Hoyama

07/08/2016 21:27

Foto: Christian Martinez/CBTM

Com a classificação, brasileiro volta a colocar país em uma oitava de final de Jogos Olímpicos depois de 20 anos

Alexandre Araújo, no Rio de Janeiro (RJ) - 7/8/2016

Há 20 anos, nascia Hugo Calderano, no Rio de Janeiro. Nesse mesmo ano, em Atlanta (EUA), Hugo Hoyama alcançava uma marca histórica para o tênis de mesa brasileiro, ao se classificar para as oitavas de final dos Jogos Olímpicos. Na noite deste 07/08/2016, porém, eles passaram a ter mais em comum que apenas o nome e as diferentes gerações do esporte se encontraram no Riocentro, mesmo que no imaginário da torcida. Ao bater Tang Peng, de Honk Kong, por 4 sets a 2, com parciais de 8/11; 14/12; 11/7; 4/11; 12/10 e 11/7, Calderano igualou o feito e também entrou para a galeria da modalidade.

Ao marcar o 11º ponto do sexto set, Calderano fez o Riocentro virar um verdadeiro Maracanã, com direito a tudo e mais um pouco no que diz respeito ao calor da torcida brasileira para comemorar o sucesso verde e amarelo. Agora, o próximo adversário será o japonês Jun Mizutani, número 6 do mundo, nesta segunda-feira, às 17h.

Com o apoio dos presentes, Hugo Calderano foi para cima logo nos primeiros minutos da partida. Ponto a ponto, o primeiro set foi bastante disputado, mas frustrou a torcida brasileira, já que Peng Tang conseguiu a vitória. A animação na arquibancada, porém, não cessou, assim como a vontade de Hugo em levar a vitória. Prova disso foi que conseguiu derrotar o adversário no segundo e terceiro sets, levantando de vez a torcida.

No quarto set, Hugo diminuiu o ritmo e Tang Peng conseguiu o triunfo sem grande esforço, com a maior diferença de pontos da partida (11/4). No quinto set, uma bela virada do brasileiro, que esteve atrás no placar em boa parte, mas, com muita garra, saiu vencedor e ficou apenas um set de fechar a partida e conseguir a classificação histórica.

"Olê, lê, olá, lá, o Hugo vem aí e o bicho vai pegar", cantava a torcida na volta para o sexto set. E ela tinha razão! Concentrado, o brasileiro derrotou o atleta de Honk Kong por 4 a 2 e viu o Pavilhão 3 do Riocentro ficar mais verde e amarelo do que nunca! Bandeiras, buzinas, palmas, gritos... Todos os sons possíveis quebraram o silêncio peculiar ao tênis de mesa para a celebração de um feito que será lembrado por muito tempo! Depois de 20 anos, o Brasil volta a uma oitava de final de Jogos Olímpicos! A caminhada continua!

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br