Jogos Sul-Americanos da Juventude: Brasil leva ouro no individual feminino e dupla feminina

09/10/2017 10:36

Delegação ainda ficou com a prata no individual masculino e bronze nas duplas mistas

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 09/10/2017

Foto: Photosport / Santiago 2017

O tênis de mesa brasileiro terminou o II Jogos Sul-Americanos da Juventude com seis medalhas. Além dos dois ouros nas disputas por equipes, a delegação verde e amarela ainda subiu ao pódio mais quatro vezes: ouro no individual feminino, com Livia Lima; ouro na dupla feminina, com Livia Lima e Beatriz Kimoto; prata no individual masculino, com Guilherme Teodoro; e bronze nas duplas mistas, com Guilherme Teodoro e Livia Lima.
 
Para chegar ao lugar mais alto do pódio, Livia Lima bateu a chilena Valentina Rios por 4 a 1. Na primeira etapa da fase final, ela superou a argentina Ines Zapatero por 4 a 0 e, posteriormente, venceu a também argentina Camila Kaizoii, pelo mesmo placar. 
 
Neste torneio, Beatriz Kimoto perdeu nas quartas, para a argentina Camila Kaizoii, por 4 a 1.
 
Nas duplas femininas, Livia e Beatriz derrotaram a Argentina na final, por 3 a 1. Na semifinal, elas superaram o Chile, por 3 a 2.
 
Já Guilherme Teodoro, na disputa pelo ouro no individual masculino, acabou perdendo para o chileno Nicolas Valdes, por 4 a 2. Nas oitavas de final, ele superou o colombiano Solarte Montes, por 4 a 0. Depois, deixou para trás o chileno Andres Martinez, por 4 a 2, e, na semi, venceu o argentino Leandro Fuentes, por 4 a 2.
 
Rafael Torino acabou dando adeus nas quartas de final, ao ser derrotado pelo chileno Nicolas Valdes, por 4 a 0. Nas oitavas, o brasileiro triunfou diante do paraguaio Augustin Ocampos, 4 a 0.
 
Nas duplas mistas, Guilherme Teodoro e Livia Lima, que fizeram a parceria Brasil 1, ficaram na semifinal, ao perderem para o Chile por 3 a 2. Nas oitavas, eles passaram pela Venezuela por 3 a 0 e, nas quartas, bateram o Peru por 3 a 1. Rafael Torino e Beatriz Kimoto, Brasil 2, se despediram nas quartas, ao serem superados pela Argentina por 3 a 0. Nas oitavas, eles venceram a Colômbia 1 por 3 a 0.
 
Nas duplas masculinas, o Brasil perdeu nas quartas de final para a Colômbia, por 3 a 0. 
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br