Lá fora: Eleito melhor jogador do ano, Ma Long bate Fan Zhendong e leva Grand Finals

12/12/2016 17:37
No feminino, a chinesa Zhu Yuling foi quem chegou ao lugar mais alto do pódio

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 12/12/2016

Foto: ITTF
 
Atual número 1 do ranking mundial e eleito o melhor jogador da temporada, Ma Long foi o vencedor do Grand Finals, evento que reúne os jogadores que acumularam maior número de pontos nas etapas do Circuito Mundial da modalidade, na disputa individual masculina. Na final, ele bateu o também chinês Fan Zhendong, uma das atuais sensações do tênis de mesa, número 2 do ranking mundial e melhor atleta Sub-21 do mundo.
 
Na grande decisão, Ma Long venceu por 4 sets a 2, com parciais de 11/5; 11/4; 11/9; 7/11; 12/14 e 11/9. Na trajetória para o título, o chinês deixou para trás Li Ping, do Qatar; Chun Ting Wong, de Hong Kong; Youngsik Jeoung, da Coréia do Sul; e o conterrâneo Fan Zhendong, que, na semifinal, havia eliminado o chinês Xu Xin, número 3 do mundo.
 
Na disputa entre as mulheres, quem levou a melhor foi a chinesa Zhu Yuling (número 4 do mundo). Na final, bateu a chinesa naturalizada alemã Ying Han (número 8 do mundo) por 4 sets a 0 (11/9; 12/10; 12/10 e 11/3). Para chegar ao título, Zhu Yuling eliminou a japonesa Hitomi Sato, Cheng I-Ching, de Taipei, a japonesa Kasumi Ishikawa e a alemã Ying Han.
 
A chinesa Ding Ning, número 1 do mundo e campeã olímpica, sentiu fortes febres na semana anterior a da Grande Final. Ela chegou a jogar o 16 avos de final e venceu Lee Ho Ching, de Hong Kong, por 4 a 0 (14/12; 11/7; 11/5 e 11/6), porém, não teve condições de continuar na competição e não jogou as oitavas de final, quando iria encarar a Ying Han.
 
Uma das atletas mais badaladas, atualmente, no tênis de mesa, a jovem Mima Ito, número 9 do mundo, acabou caindo na fase 16 avos de final, quando enfrentou justamente Ying Han e perdeu para 4 a 2 (8/11; 11/9; 11/8; 11/2; 6/11 e 11/5).
 
No confronto entre duplas masculinas, quem chegou ao lugar mais alto do pódio foi a Coréia do Sul, com a parceria entre Jeoung Youngsik (10º do mundo) e Lee Sangsu (14º). Na disputa pelo ouro, eles enfrentaram os japoneses Masataka Morizono (52º) e Yuya Oshima (39º) e venceram por 4 sets a 2 (5/11; 2/11; 12/10; 11/9; 11/7 e 11/4). Já nas duplas femininas, as japonesas Yui Hamamoto (23º) e Hina Hayata (24º) conseguiram o título após baterem a dupla de Hong Hong, Doo Hoi Kem (17º) e Lee Ho Ching (26º), por 4 sets a 2 (11/8; 15/17; 11/9; 9/11; 11/8 e 12/10).
 
Hina Hayata ainda levou mais um ouro, na disputa feminina Sub-21. A japonesa, na final, encarou Doo Hoi Kem, de Hong Kong, e venceu por 4 sets a 1 (11/8; 7/11; 11/8; 13/11 e 11/7). No masculino Sub-21, Liao Cheng-Ting, de Taipei (139º do mundo), bateu o japonês Yuto Muramatsu (31º do mundo) por 4 sets a 0 (11/6; 11/9; 11/9 e 11/8) e ficou com o troféu.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM