Lá Fora: Indiano conquista Aberto da Bélgica e se torna o segundo na história de seu país a faturar um título em Circuitos Mundiais

27/09/2016 18:08
Sathiyan Gnanasekaran bateu o belga Cedric Nuytinck por 4 sets a 0
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 27/9/2016
 
Mais um asiático foi campeão no Circuito Mundial de tênis de mesa. Porém, dessa vez não foi atleta das potências China, Japão, Hong Kong ou Taipei. O campeão do Aberto da Bélgica, etapa Challenge do Circuito Mundial, foi um indiano. No último domingo (25), Sathiyan Gnanasekaran (152º colocado no ranking mundial), que bateu o belga Cedric Nuytinck (113º) na grande decisão por 4 sets a 0 (15/13, 11/6, 11/2 e 17/15), se tornou o segundo representante da Índia na história a vencer um aberto do Circuito Mundial.
 
Sathiyan não esperava chegar tão longe, muito menos faturar a medalha de ouro. Para o indiano, o título do Aberto era algo jamais imaginável.
 
"Eu nunca pensei que chegaria tão longe. No torneio anterior, eu perdi logo na primeira rodada, já na Bélgica, meu objetivo era vencer mesatenistas que estão acima de mim no ranking e também me divertir na mesa. Eu nunca imaginei que conquistaria o título aqui", disse o campeão em entrevista à Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF), que completou:
 
"Depois de ter feito o último ponto, eu percebi o que tinha realizado. Meu telefone está lotado de mensagens de parabéns do pessoal de casa", contou o atleta.
 
Sathiyan fez uma campanha recheada de grandes jogos. Primeiro, ele superou o francês Ibrahima Diaw por 4 sets a 1 nos 64 avos de final. Depois, bateu o sueco Jon Persson (103º) por 4 a 2 nos 32 avos de final. Nas oitavas, venceu o sueco Simon Arvidsson (179º) por 4 a 1. Nas fases seguintes ele venceu: o alemão Steffen Mengel (45º) por 4 a 2 nas quartas e o sueco Harald Andersson (156º) por 4 a 3 nas semifinais.
 
Com o triunfo, Sathiyan entrou para a história do tênis de mesa indiano ao lado de Sharath Kamal, que venceu o Aberto do Egito em 2010 e representou o país nos Jogos Olímpicos Rio 2016.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br