Latino-Americano: Hugo Calderano comemora tri e destaca ‘etapa importante para 2016’

09/02/2016 11:45

‘Sabia que não seria fácil, o nível da América Latina está cada vez maior’, comemorou o brasileiro

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 9/2/2016

Mais do que conquistar o tricampeonato seguido latino-americano, Hugo Calderano cumpriu um outro objetivo ao subir no topo do pódio para receber a medalha de ouro individual no último domingo (7), em San Juan, Porto Rico. Para o mesatenista de 19 anos, o título significou uma importante etapa na sua preparação para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Até o momento, Calderano é o único brasileiro com vaga garantida no torneio olímpico de tênis de mesa. Ele se classificou ao conquistar o ouro individual nos Jogos Pan-Americanos do ano passado, em Toronto, no Canadá.

“Foi uma importante etapa cumprida na preparação para os Jogos Olímpicos. Sabia que não seria fácil, o nível da América Latina está cada vez maior. Fiquei muito feliz por ter ganho esse título”, comemorou.

Campeão também em 2014 (República Dominicana) e 2015 (Argentina), Calderano alcançou Claudio Kano como segundo brasileiro com mais títulos individuais no Latino. O recordista é Hugo Hoyama, com cinco.

“É a terceira vez seguida que venço, mas é sempre uma nova emoção. Sou muito bem recebido aqui em Porto Rico, sinto que as pessoas gostam de mim”, disse.

Calderano conquistou o título de forma invicta. Principal cabeça de chave, o brasileiro estreou já nos 32 avos de final, eliminando, na sequência, o porto-riquenho Richard Pietri, o peruano Bryan Blas (435º), o chileno Felipe Olivares (284º) e o argentino Horacio Cifuentes.

Na final, Calderano teve uma grande atuação para superar o equatoriano Alberto Mino por 4 sets a 0.

“Fiz um jogo muito bom na final. O Alberto é um jogador muito bom, é sempre difícil enfrentá-lo. Foi uma partida muito equilibrada, mas saí vencedor nos pontos mais importantes. Estava com uma concentração muito boa para levar os sets em que o Mino chegou a nove pontos”, analisou.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/TMBrasil
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br