Liga dos Campeões: Hugo Calderano vence jogo decisivo e Ochsenhausen sai com triunfo sobre time dinamarquês

25/11/2016 19:48

Já Energa-Manekin, time de Cazuo Matsumoto, é derrotado por clube francês e se complica no Grupo D

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 25/11/2016


Foto: Ochsenhausen
Depois de ter feito história nos Abertos da Áustria e da Suécia, Hugo Calderano voltou à mesa para defender o seu clube, Ochsenhausen, na Liga das Campeões de Tênis de Mesa. Nesta sexta-feira (25), o clube alemão encarou o Roskilde Bordtennis, da Dinamarca, e acabou saindo com a vitória por 3 jogos a 2. Hugo foi importante no triunfo ao ter conseguido vencer a última partida do confronto que estava empatada em 2 a 2. O brasileiro bateu o dinamarquês Claus Nielsen por 3 sets a 0, com parciais de 11/6, 11/7 e 11/5.

Calderano disputou, também, o primeiro jogo do embate entre os clubes, porém, o resultado final não foi tão bom quanto o que conquistou contra Nielsen. Ele acabou sendo superado pelo dinamarquês Yujia Zhai por 3 a 1 (11/9, 7/11, 11/9 e 12/10). A outra vitória do Roskilde foi faturada também por Yujia que derrotou o japonês Yuto Muramatsu por 3 a 2 (5/11, 8/11, 11/9, 14/12 e 11/2).

O português João Geraldo e Muramatsu foram os atletas que conseguiram as duas outras vitórias do time alemão. O primeiro bateu o holandês Ewout Oostwoulder por 3 a 1, com parciais de 4/11, 11/8, 11/4 e 11/4, enquanto o segundo venceu Nielsen por 3 a 2 (10/12, 11/9, 11/6, 8/11 e 11/2).

Com a vitória, o time alemão se manteve na segunda colocação do Grupo A da Liga com sete pontos, um menos do que o Fakel Gazprom, da Rússia, que está na liderança. Atrás dos dois estão: o francês Vaillante Sports Angels, com cinco pontos, e o Roskilde, com apenas quatro pontos. A próxima partida do Ochsenhausen será na próxima sexta-feira (2) contra o líder do grupo.

Hugo Calderano alcançou dois grandes feitos históricos nas duas últimas semanas. Primeiro, o brasileiro conquistou a medalha de prata no torneio individual do Aberto da Áustria - etapa Major do Circuito Mundial, algo que outro mesatenista do Brasil jamais conseguiu. Segundo, Hugo, ao lado de Gustavo Tsuboi, se sagrou campeão no campeonato de duplas do Aberto da Suécia, também Major, e se classificou para o Grand Finals que será disputado no Catar, em dezembro.

Time de Cazuo perde e se complica no grupo D

Outro brasileiro foi à mesa pela 4ª rodada da Liga dos Campeões. Nessa quinta-feira (24), Cazuo Matsumoto, que joga pelo polonês Energa-Manekim, não conseguiu triunfar como o seu conterrâneo. No embate, em que a equipe da Polônia acabou derrotada pelo francês Chartres por 3 jogos a 0, Cazuo encarou o austríaco Robert Gardos e perdeu por 3 jogos a 0 (11/7, 13/11 e 11/7). Com a derrota no confronto entre os clubes, o Energa está na terceira colocação do Grupo D com cinco pontos, dois atrás do time francês, segundo colocado.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br