Liga Oeste Paulista é mais uma entidade regional a aderir ao Novo Modelo de Competições da CBTM

10/02/2020 15:33

Entidade aprovou filiação por unanimidade e segue exemplo da Liga Valeparaibana

FOTO: Participantes após a reunião que decidiu pela filiação ao Novo Modelo de Competições da CBTM.

 

Presidente Prudente (SP), 10 de fevereiro de 2020.

Por: Assessoria de Imprensa - CBTM

O Novo Modelo de Competições da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) tem uma nova entidade participante. A Liga Oeste Paulista, presidida por Basílio Fernando, da cidade de Assis, segue o exemplo da Liga Valeparaibana e passa a ser a segunda entidade regional a se filiar ao sistema no estado de São Paulo. A oficialização aconteceu no último sábado (8), no Tênis Clube de Presidente Prudente.

O Novo Modelo foi resultado de uma série de debates que incluiu reuniões formais do Comitê Executivo, do Conselho de Administração e da Comissão de Atletas, além de sugestões livres advindas de contatos informais com praticantes, treinadores, dirigentes e outros. Em essência, tem como objetivo integrar todo o sistema de competições em um único escopo (VEJA MAIS AQUI). Desta forma, os novos filiados estarão participando do sistema nacional, integrados e chancelados pela CBTM. As competições da Liga Oeste Paulista passam a receber a nomenclatura TMB Regional.

Representantes de 11 clubes estiveram presentes no Tênis Clube de Presidente Prudente: Academia Nelson Machado/Yara Clube de Marília, Assis, Presidente Prudente, Araçatuba, Alvinlândia, ACDM-Marília, Dracena, Presidente Venceslau, Osvaldo Cruz, Ourinhos e Tupã. Além da filiação na Federação de Tênis de Mesa do Estado de São Paulo (FTMESP) e na CBTM, eles aprovaram o calendário de competições para a temporada 2020.

Um dos integrantes da Liga Oeste Paulista, o professor Nelson Machado acredita que a entidade terá muitos benefícios ao fazer parte do sistema, e que os mesa-tenistas da Região devem ganhar com isso.

“A regularização da Liga Oeste Paulista terá como impacto, na minha opinião, o intercâmbio de jogadores federados, de nível ouro e prata, para jogar com atletas de nível bronze, que são a maior parte da Liga. Isso fará com que mais clubes que participam da Liga Oeste se interessem em se filiar e jogar eventos prata e ouro. Além disso, ela passará a ter todos seus jogadores regulares, fazendo parte do sistema nacional CBTM, com os atletas constando no ranking nacional. A Liga passará a utilizar a plataforma de eventos da CBTM, e desta forma todas as etapas terão uma padronização. E, pelo lado do marketing, será excelente, pois os clubes poderão apresentar propostas para empresas dizendo que a Liga é oficial e faz parte do sistema nacional”, destacou um dos mais experientes e importantes professores da modalidade.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com
Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br
fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa